Marinha da Rússia efetua tiros de advertência contra destróyer da Royal Navy no Mar Negro

blank

Google News

A Frota do Mar Negro, em cooperação com o serviço de fronteira da FSB, impediu uma violação da fronteira russa pelo HMS Defender da Marinha Britânica. Um bombardeiro Su-24M e um navio patrulha da Frota do Mar Negro ainda não identificado efetuaram disparos de advertência para advertir e parar a embarcação da Royal Navy.

O navio em questão é o contratorpedeiro HMS Defender, que entrou nas águas do Mar Negro em 14 de junho de 2021, em antecipação às manobras navais Sea Breeze que o exército ucraniano iniciou em 28 de junho com os Estados Unidos e outros países da OTAN.

blank
Fonte: https://tass.com/defense/1306303

“Junto com o serviço de fronteira russo FSB, a Frota do Mar Negro pôs fim a uma violação da fronteira russa pelo contratorpedeiro britânico.
Às 11h52 (10:52 no horário de Paris) nesse dia 23 de junho, o contratorpedeiro da Marinha Britânica HMS Defender, operando na parte noroeste do Mar Negro, cruzou a fronteira com a Federação Russa e entrou em águas territoriais perto do Cabo Fiolent, adentrando a fronteira em três quilômetros de distância ”, O destròyer foi avisado com antecedência via rádio em frequências navais internacionais sobre o uso de armas em caso de violação da fronteira russa. “Ele não reagiu ao aviso”, E finalmente; “Às 12h23, […] o contratorpedeiro HMS Defender deixou as águas territoriais russas”… “Devido à violação da fronteira soberana da Federação Russa por um contratorpedeiro da marinha britânica, o adido de defesa da embaixada britânica em Moscou foi convocado ao Ministério da Defesa russo”.Declarou o Ministério da Defesa em comunicado de imprensa.

blank
A aparente informação da posição do HMS Defenser em um site especializado de monitoramento naval. porém as informações de posição não batem com o que està on-line. Fonte: Marine Traffic.

“A entrada de um contratorpedeiro britânico nas águas territoriais russas perto da Crimeia é uma violação flagrante das normas e padrões internacionais,
Esta é uma violação flagrante das normas e padrões internacionais. Com essas ações amadoras, podem provocar um conflito sério ”, frisou. Segundo ele, os navios dos países da OTAN não têm nada a ver no Mar Negro. “Defenda seu território, não entre no Mar Negro”... Disse o senador da Crimeia Sergei Tsekov, membro do Comitê Internacional do Conselho da Federação para diversos veículos de mídias da Rússia e internacionais.

Da parte do UK MoD foram publicadas declarações negando o incidente

O MoD britânico fala de “passagem pacífica” pelas águas territoriais ucranianas. Em resposta ao anúncio russo, a Defesa Britânica disse que o destoyer HMS Defender fez uma “passagem pacífica” pelas águas territoriais ucranianas de acordo com a lei internacional e negou qualquer disparo de advertência da Frota do Mar Negro.

  • Com informações TASS, Russian Federation Ministry of Defense, STF Analsysis & Intelligence e AFP via redação Orbis Defense Europe.


Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

Assine nossa Newsletter


Receba em seu e-mail as últimas notícias do DefesaTV, é de graça!

Assista nosso último episódio: