Marinha do Brasil celebra 40 anos de visita do Papa João Paulo II a navio da Flotilha do Amazonas

João Paulo II a bordo do Navio-Patrulha Fluvial “Pedro Teixeira”, em 1980

O dia 11 de julho de 1980 tem um significado especial para a história naval na Amazônia Ocidental. Nesta data, o Navio-Patrulha Fluvial (NPaFlu) “Pedro Teixeira”, subordinado ao Comando da Flotilha do Amazonas, recebeu a visita do Papa João Paulo II para uma procissão fluvial.

Na ocasião, o pontífice conheceu um dos principais fenômenos naturais da região, o Encontro das Águas do Rio Negro com o Solimões.

Navios da Flotilha do Amazonas durante procissão fluvial por
ocasião da visita do Papa João Paulo II

Na procissão, o Papa foi escoltado pelos demais navios da Flotilha do Amazonas: NPaFlu “Raposo Tavares”, “Roraima”, “Rondônia” e “Amapá”. Na época, a Marinha ainda não dispunha dos Navios de Assistência Hospitalar (NAsH), mas o atendimento médico dos ribeirinhos já era realizado por meio dos NPaFlu.

Essa atividade motivou a visita do pontífice ao navio, uma vez que a realização da procissão contribuiria para levar apoio religioso aos ribeirinhos. O registro do evento, ocorrido há 40 anos, está em um quadro disposto no corredor principal do navio, para ser observado por toda a tripulação.

Os Navios-Patrulha Fluvial tem como missão principal patrulhar os rios da Amazônia Ocidental, mas, ainda hoje, sempre que necessário, contribuem no atendimento médico-odontológico às populações ribeirinhas.

  • Com informações do CCSM


Receba nossas notícias em tempo real pelos aplicativos de mensagem abaixo:

 

Caso deseje conversar com outros usuários escolha um dos aplicativos abaixo:



Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail