Marinha do Brasil celebra Dia Internacional dos Mantenedores da Paz das Nações Unidas

O Comando da Tropa de Reforço (ComTrRef) do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) realizou no dia 29 de maio, cerimônia alusiva ao Dia Internacional dos Mantenedores da Paz das Nações Unidas, em São Gonçalo, RJ.

A solenidade presidida pelo Comandante de Operações Navais (ComOpNav), almirante de esquadra Leonardo Puntel, contou com a presença de autoridades militares e civis, bem como militares da ativa e da reserva que participaram de Missões de Paz.

Destacamentos representativos do Comando da Força de Fuzileiros da Esquadra (ComFFE), do Comando em Chefe da Esquadra (ComenCh) e do Comando do 1º Distrito Naval (Com1º DN), além de membros da Associação de Veteranos do Corpo de Fuzileiros Navais (AVCFN), se fizeram presente ao evento também.

O dia 29 de maio foi designado como dia dos Mantenedores da Paz por conta do cessar-fogo da primeira guerra entre árabes e israelenses, no contexto da independência de Israel, em 1948, quando o Conselho de Segurança da ONU autorizou o estabelecimento da primeira Operação de Manutenção da Paz.

Nessa data, homens e mulheres que participaram ou ainda participam de operações de paz são homenageados, especialmente aqueles que perderam a vida nessas missões.

O Brasil participa do Sistema de Prontidão de Capacidades de Manutenção de Paz da ONU: UNPCRS (United Nations Capability Readiness System) como um País Contribuinte com Tropa (Troop Contributing Country – TCC).

Essa participação poderá se dar por meio do envio de Grupamentos Operativos de Fuzileiros Navais, na constituição de Hospitais de Campanha Tipo II/Unidade Médica Nível II, com o envio de Observadores militares e oficiais de Estado-Maior, de equipes móveis de treinamento em cursos internacionais e com a participação de meios navais e aeronavais.

Os militares da Marinha do Brasil atuaram em diversas missões de Paz ao longo dos anos, e dentre as mais significativas, podemos citar:

Destacamento Brasileiro da Força Interamericana de Paz (FAIBRAS) na República Dominicana;

  • Missão de Verificação das Nações Unidas em Angola (UNAVEM); e a
  • Missão das Nações Unidas para Estabilização no Haiti (MINUSTAH).
  • Atualmente, no Mar Mediterrâneo, a Marinha do Brasil (MB) comanda a Força-Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (FTM UNIFIL).

A UNIFIL

Criada em 1978, é a única Missão de Paz da Organização das Nações Unidas que conta com um componente naval.

Em 15 de outubro de 2006, por solicitação do governo libanês e sob o mandato da Resolução 1701 do Conselho de Segurança das Nações Unidas, foi criada a Força Tarefa Marítima (FTM).

A missão da FTM é realizar operações com o intuito de auxiliar na prevenção de entrada de armas não autorizadas e materiais ilegais nos portos do Líbano e conduzir o treinamento e o desenvolvimento profissional do pessoal da Lebanese Armed Forces–Navy (LAF-N).

Desde 2011, a MB é responsável por comandar o FTM, que conta também com navios da Alemanha, Bangladesh, Indonésia, Grécia e Turquia.



Receba nossas notícias em tempo real pelos aplicativos de mensagem abaixo:

Ninguém do DefesaTV está autorizado a entrar em contato com os leitores. Caso deseje de alguma informação envie um e-mail [email protected]

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here