Marinha do Brasil inicia testes decisivos do Submarino Riachuelo

O submarino brasileiro “Riachuelo” foi lançado ao mar em dezembro de 2018

A Marinha do Brasil (MB) realizará no próximo dia 21 de novembro, teste de Imersão Estática do submarino “Riachuelo” (primeiro dos quatro submarinos de propulsão diesel-elétrica em construção no âmbito do Programa de Desenvolvimento de Submarinos -PROSUB), procedimento decisivo na avaliação de sua estabilidade no mar.

O teste, a ser realizado em área marítima próxima ao Complexo Naval de Itaguaí, na Baía de Sepetiba, litoral Sul do estado do Rio de Janeiro, é o primeiro de uma série de avaliações que precederão a entrega definitiva do “Riachuelo” ao Setor Operativo – Comando da Força de Submarinos, prevista para o segundo semestre de 2020.

A imersão estática do “Riachuelo” consiste na admissão controlada da água nos tanques de lastro do submarino, até a sua imersão completa, sem utilizar sua propulsão. Desse modo, é possível aferir não apenas a estanqueidade e estabilidade do submarino quando mergulhado, mas também coletar dados sobre o volume de água que foi admitido nos tanques internos, essenciais para o conhecimento do seu deslocamento total.

Os testes em ambiente operacional do “Riachuelo” representam mais um passo importante no cronograma do PROSUB, um programa alinhado à Estratégia Nacional de Defesa. Além de contribuir para o fortalecimento do Poder Naval brasileiro.

O PROSUB prioriza a aquisição de componentes fabricados no País, estimulando o crescimento do parque industrial nacional, e atesta a elevada capacidade tecnológica absorvida pela Marinha do Brasil e pela Itaguaí Construções Navais (ICN) na construção de navios de alta complexidade.