Marinha do Brasil presta apoio no transporte de tanque de oxigênio para hospitais do Pará e Amapá

Atividade será realizada a fim de evitar uma possível escassez do medicamento, diante do aumento pela rede hospitalar nos estados do Pará e Amapá

blank

A Marinha do Brasil (MB), por meio de seus Navios: Patrulha Oceânico (NPaOc) “Araguari” e de Apoio Oceânico (NApOc) “Purus”, irá prestar apoio no transporte de tanque de oxigênio, que atenderá hospitais com pacientes de COVID-19, no Pará e no Amapá.

A operação inicia, hoje (22), com o deslocamento do tanque vazio da empresa White Martins, que será transportado pelo NPaOc “Araguari”, do porto de Vila do Conde, em Barcarena (PA), até o Porto de Pecém (CE).

blankNo Ceará, o tanque será abastecido com 90 mil metros cúbicos de oxigênio líquido e retornará para o estado do Pará a bordo do NApOc “Purus”, com previsão de chegada em maio, a fim de dar prosseguimento à distribuição para os locais necessitados.

O objetivo é reforçar a disponibilidade de oxigênio medicinal no Pará e Amapá, frente à atual demanda elevada decorrente da pandemia da COVID-19, a fim de evitar uma possível escassez do medicamento.

blankA missão da MB conta com apoio da Companhia Docas do Pará (CDP), que disponibiliza cais e guindastes, da Santos Brasil, responsável pelo terminal de Vila do Conde, e do Complexo Industrial e Portuário do Pecém.

Desde março de 2020, por meio da Operação COVID-19, as Forças Armadas prestam apoio às medidas deliberadas pelo Governo Federal voltadas para reduzir os impactos da pandemia do novo coronavírus, permanecendo em condições de disponibilizar recursos operacionais e logísticos quando se fizerem necessários.

  • Com informações do CCSM