Marinha do Brasil promove Oficial durante Missão de Paz da ONU

Comandante Mônica de Araújo Thuler durante troca de platina

Voluntária para integrar o 16º Contingente da Força Interina das Nações Unidas no Líbano, a Comandante Mônica de Araújo Thuler chegou à missão como Capitão de Fragata e foi promovida, por merecimento, ao posto de Capitão de Mar e Guerra.

Comandante Mônica é bacharel em direito, ingressou na Marinha em 1996 e atuou no Serviço de Assistência Social da Marinha e na Caixa de Construção de Casas Para o Pessoal da Marinha.

Depois de muitos anos na corporação, mudou o foco da sua carreira, quando tomou conhecimento do Direito Internacional dos Conflitos Armados. Após completar o curso básico sobre o assunto na Escola Superior de Guerra (ESG), foi buscar o aperfeiçoamento em um curso avançado, no Instituto do Direito Internacional, em Sanremo, na Itália.

O curso despertou seu interesse em participar de uma Missão de Paz da ONU. Tendo cumprido todos os requisitos e sendo voluntária para a missão desde 2016, em 2018, foi selecionada para o contingente brasileiro no Líbano.

Baseada no quartel general da ONU, na fronteira do país com Israel, a Comandante Mônica está há mais de oito meses na missão, na função de Assessora jurídica e sente-se realizada.

“Tenho orgulho de estar em outro país ostentando na farda a bandeira do Brasil. É uma honra e uma responsabilidade representar o País, a Marinha do Brasil e o gênero feminino. Tenho o respeito e a admiração dos meus pares, superiores e subordinados“, disse.

  • Com informações do Centro de Comunicação Social da Marinha

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below