Marinha do Brasil promove Oficial durante Missão de Paz da ONU

Comandante Mônica de Araújo Thuler durante troca de platina

Voluntária para integrar o 16º Contingente da Força Interina das Nações Unidas no Líbano, a Comandante Mônica de Araújo Thuler chegou à missão como Capitão de Fragata e foi promovida, por merecimento, ao posto de Capitão de Mar e Guerra.

Comandante Mônica é bacharel em direito, ingressou na Marinha em 1996 e atuou no Serviço de Assistência Social da Marinha e na Caixa de Construção de Casas Para o Pessoal da Marinha.

Depois de muitos anos na corporação, mudou o foco da sua carreira, quando tomou conhecimento do Direito Internacional dos Conflitos Armados. Após completar o curso básico sobre o assunto na Escola Superior de Guerra (ESG), foi buscar o aperfeiçoamento em um curso avançado, no Instituto do Direito Internacional, em Sanremo, na Itália.

O curso despertou seu interesse em participar de uma Missão de Paz da ONU. Tendo cumprido todos os requisitos e sendo voluntária para a missão desde 2016, em 2018, foi selecionada para o contingente brasileiro no Líbano.

Baseada no quartel general da ONU, na fronteira do país com Israel, a Comandante Mônica está há mais de oito meses na missão, na função de Assessora jurídica e sente-se realizada.

“Tenho orgulho de estar em outro país ostentando na farda a bandeira do Brasil. É uma honra e uma responsabilidade representar o País, a Marinha do Brasil e o gênero feminino. Tenho o respeito e a admiração dos meus pares, superiores e subordinados“, disse.

  • Com informações do Centro de Comunicação Social da Marinha

You may also like



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below