Marinha, Exército e Aeronáutica juntos no exercício de guerra simulado AZUVER

blank

Oficiais-Alunos das três escolas de Altos Estudos Militares das Forças Armadas (Escola de Guerra Naval – EGN, Escola de Comando e Estado-Maior do Exército – ECEME e da Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica – ECEMAR) participam, desde o dia 23 de setembro até 6 de novembro, do exercício de guerra simulada AZUVER, no Rio de Janeiro (RJ).

O Exercício retrata a disputa entre dois países, Azul e Vermelho, que lutam por uma determinada região. O treinamento tem o grande objetivo de fazer com que os oficiais-alunos destas Escolas de Guerra e Comando planejem e empreguem a expressão militar do Poder Nacional de forma conjunta e integrada, neste cenário fictício.

Os oficiais-alunos colocam em prática os ensinamentos adquiridos durante os respectivos cursos, exercendo todas as funções e tarefas, tanto aquelas de um Estado-Maior Conjunto, quanto de uma Força Componente, seja esta Naval, Terrestre ou Aérea. O AZUVER é divido em três etapas.

Na primeira delas, de forma conjunta, os alunos das três Escolas realizam o Exame de Situação, no qual são propostas as Linhas de Ação para o cumprimento da missão.

Na segunda etapa, denominada Planos e Ordens, é elaborado o Plano Operacional, também conhecido como “Plano de Campanha”, o qual detalha e regula as operações militares, no âmbito do Teatro de Operações.

Na terceira etapa, chamada de Controle da Operação Planejada é realizada no âmbito de cada Força Componente um planejamento tático. Nessa fase, em cada escola, ocorre a simulação dos engajamentos propriamente ditos, por meio de Sistemas de Simulação de Guerra.

Este ano o AZUVER traz algumas novidades. Pela primeira vez há a participação do Curso Avançado de Operações Psicológicas integrando as células de Operações de Informação dos estados-maiores compostos para o exercício.

Enfatizando ainda mais a importância do “terreno humano” e da dimensão informacional. O exercício conta com um site simulado de notícias, coordenado pelo Centro de Comunicação Social da Aeronáutica (CECOMSAER), criando condições para que os comandos conjuntos possam se preparar para o combate moderno, no complexo ambiente informacional.

Em sua 29ª edição, o AZUVER deste ano consolida, ainda, o trabalho de revisão do Manual Doutrina de Operações Conjuntas (MD30-M-01), conduzido pela Comissão Interescolar de Doutrina de Operações Conjuntas, órgão da Escola Superior de Guerra (ESG), no Rio de Janeiro.

1 COMENTÁRIO

  1. O que vimos na oportunidade da greve dos caminhoneiros ano de 2018 é que para solucionar o caos total do Brasil o Alto Comando das Forças Armadas monitorando as redes sociais, ouvindo o cidadão providenciou num caso excepcional a sua liderança e colocou ordem operacional em prática e junto a população começou a estar no meio do povo e com um plano tático atuar áreas essenciais contornando com serenidade e dando segurança emocional e condições psicológicas de sustentação por “aparelhos” até que o organismo político voltasse de um surto de corrupção generalizado, que praticamente faliu o País, só conseguimos superar a maior crise da história do Brasil assim, registro histórico Cidadão…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here