Militar atleta torna-se maior medalhista da história em mundiais de maratonas aquáticas

Foto: Reprodução Instagram/ Ana Marcela

A Sargento da Marinha do Brasil Ana Marcela Cunha fez história ao conquistar a medalha de ouro no Mundial de Esportes Aquáticos de Gwangju, na Coreia do Sul, nesta terça (16). A militar atleta tornou-se a maior medalhista da história da maratona aquática no Mundial de esportes aquáticos, com 10 pódios ao todo.

Foto: Sátiro Sodré – CBDA

A Sargento garantiu a 10ª medalha e o ouro numa prova bem administrada, com o tempo de 57min56s. A francesa Aurelie Muller, ficou com a prata, com 57min57s, um segundo atrás de Ana Marcela.
Na terceira colocação, com a marca de 57min58s, deu empate entre as nadadoras Hanna Moore, dos Estados Unidos, e Leonie Beck, da Alemanha.

Com o pódio, a Sargento Ana Marcela superou a holandesa Edith Van Dijk, que dividia com a brasileira o posto de maior medalhista da história. Ainda no mundial da Coreia do Sul, a militar atleta compete, nesta quarta (17), a prova por equipes, e na quinta, a prova de 25 km.

A Sargento atleta estará presente nos 7º jogos Mundiais Militares, que ocorrem em outubro, em Wuhan, na China.
Com a conquista no mundial da Coreia do Sul, Ana Marcela garantiu presença nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 quando disputou, neste mundial, a maratona aquática feminina de 10km e ficou em quinto lugar.

PAAR

Desde 2016, a nadadora participa do Programa Atletas de Alto Rendimento (PAAR) do Ministério de Defesa. A iniciativa é executada por meio de parceria entre o Ministério da Defesa e a Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania. O objetivo é fortalecer a equipe militar brasileira em eventos esportivos de alto nível nacionais e estrangeiros.

O PAAR tem como característica a inscrição voluntária. O processo de seleção dos atletas leva em conta os resultados obtidos em competições nacionais e internacionais.
Nos Jogos Rio 2016, os atletas militares ocuparam lugar de destaque, conquistando 13 das 19 medalhas obtidas pelo Time Brasil.

Com informações da Comissão Desportiva do Brasil



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below