Militares brasileiros ministram curso em desminagem humanitária na Colômbia

Google News


Brasília (DF), 03/03/2021
– Dois militares brasileiros do Grupo de Assessores Técnicos Interamericanos na Colômbia (GATI-CO) capacitam militares do Comando Geral das Forças Militares da Colômbia em desminagem humanitária. O Major Cláudio Santos Bispo, do Exército, e o Capitão-Tenente, Gustavo Lopes da Silva Freitas, da Marinha, ministram o Curso de Monitores Nacionais em Desminado Humanitário (CMNDH) para quatro militares do Exército Nacional colombiano.

Iniciada segunda-feira (01), a capacitação tem a duração de oito semanas e apresenta instruções teóricas e práticas sobre o tema. “Essa missão proporciona crescimento profissional aos oficiais brasileiros e contribui para incremento da imagem da Arma de engenharia e do Exército Brasileiro em toda a América do Sul”, apontou o Major Cláudio Bispo.

Após o curso, os participantes, especialistas em desminagem humanitária, multiplicarão o conhecimento para outros militares colombianos. O instrutor Major Bispo avalia que essa função é de suma importância para o governo da Colômbia. “A capacitação garante a certificação das ações realizadas no terreno pelos batalhões e cumpre as exigências estabelecidas pela Organização dos Estados Americanos. Além disso, mantém a gestão de qualidade dos procedimentos adotados em uma operação de desminado humanitário”, explicou.

O Curso de Monitores Nacionais em Desminado Humanitário integra uma cooperação do Brasil com a Colômbia para tornar o território daquele país livre de minas e artefatos explosivos. O país vizinho é um dos que mais têm explosivos terrestres do mundo. Essas minas são decorrentes de conflitos armados ao longo de mais de 50 anos, e todos os dias provocam vítimas.

O GATI
O Comando Geral das Forças Militares (CGFM) e a Junta Interamericana de Defesa (JID) criou o GATI em 2015. O grupo assessora o Comando Geral em eventos relacionados à Desminagem Humanitária e na capacitação de militares selecionados como monitores nacionais. Atualmente, o Brasil participa dessa cooperação internacional com dois militares, que são substituídos a cada dois anos.
Desde sua criação, o GATI já certificou mais de 170 integrantes das Forças Militares da Colômbia como monitores nacionais em desminagem humanitária.

Por Mariana Alvarenga, com informações do GATI
Fotos: Divulgação GATI

Confira os destaques da semana: 

 

Centro de Comunicação Social da Defesa (CCOMSOD)
Ministério da Defesa
(61) 3312-4071



Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

blank

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!

Assista nosso último episódio:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here