Militares da Rússia empregam geo-radares especiais para procurar túneis de terroristas na Síria

blank
Na foto um militar da engenharia de combate da Rússia em ação na Syria, nas ruínas de Palmyra. Alguns dos sistemas de detecção de minas e IEDs fabricados na Rússia são referências em atividades de deminagem, assim como a experiência militar russa que data da 2a guerra mundial. Imagem via Russian MoD.

Google News

Os militares russos transferiram e já estariam empregando radares de penetração terrestre (GPRs) Oko-3 para a Base Aérea de Hmeimim na Síria , informou a agência de notícias TASS em 12 de março.

O tenente-coronel Pavel Ryotsky, subcomandante das Forças de Engenharia Militar Russa na Síria, disse que -3 GPRs podem ser usados ​​para procurar túneis subterrâneos cavados por terroristas para esconder armas e suprimentos, e também realizar ataques.

A tática de usar túneis para múltiplos propósitos táticos ja é conhecida na realidade israelense na Palestina, onde os terroristas islâmicos usam túneis para esconder armas e penetrar em território israelense para efetuar os ataques e fugir rapidamentes.

“O geo-radar Oko-3 pode detectar vazios não apenas no solo, mas também em concreto e outros ambientes semelhantes”, Lit. Disse o coronel Ryotsky. “Ele se destina à exploração e tem uma ampla gama de aplicações, inclusive na indústria civil.”

De acordo com o oficial, grupos terroristas usaram e ainda usam equipamentos para cavar túneis sob bases militares sírias, locais de mobilização de tropas e delegacias de polícia para realizar operações terroristas e de sabotagem.

No decorrer da guerra, terroristas cavaram túneis sob várias bases militares sírias, colocaram toneladas de explosivos lá e os explodiram.

O tenente-coronel Ryotsky disse que o Oko-3 GPRs pode detectar túneis e depósitos subterrâneos, geralmente usados ​​para armazenar armas e munições, em profundidades de até 50 metros.

Os radares foram transferidos para a Base Aérea de Hmeimim a bordo de um avião de carga que também transportava novos trajes de proteção “OVR-2-02”, usados ​​para proteger engenheiros militares de estilhaços causados ​​por artefatos explosivos. Essas roupas de proteção são caracterizadas por um peso leve de no máximo 12 kg.

Sobre o geo-radar Oko-3

O OKO-3 GPR é um sistema portátil leve e de baixo custo projetado para monitoramento ambiental não destrutivo. O OKO-3 GPR inclui a unidade de processamento de controle e antenas. Todas as antenas são intercambiáveis ​​e atendem às necessidades de uma ampla gama de aplicações.

A unidade de processamento de controle OKO-3 é uma unidade de controle microprocessada leve, portátil, de dois canais, projetada para gerenciar todos os modos de operação de um radar de penetração no solo. Ele exibe todos os perfis GPR, salvando-os em um disco Flash, processamento de resultados de pesquisas GPR e troca de dados com computador pessoal via interface USB, e pode ser conectado a uma ou duas unidades de antena.

A CPU OKO-3 foi especialmente projetada para uso em condições climáticas adversas e pode ser usada em todas as condições climáticas (a eficiência operacional é garantida em temperaturas que variam de -20 ° С a + 50 ° С).

Com vinte anos de sucesso contínuo, o Grupo de empresas Geotech-Logis é o principal fabricante de equipamentos geofísicos da Rússia, fornecendo radar de penetração no solo de alta qualidade, sismógrafos e instrumentos geoelétricos. A empresa está envolvida em levantamentos geofísicos usando métodos de radar, resistividade e sismologia, e fornece soluções de alta tecnologia para geofísica de engenharia.

Vídeo das atividades das tropas de engenharia da Rússia em ação:

  • Com informações TASS, Russian MoD, Geotech Russia e STF Analysis & Intelligence via redação Orbis Defense Europe.



Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

blank

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!

Assista nosso último episódio: