Ministério da Defesa coordena apoio médico à população do Amapá

blank

A Marinha do Brasil (MB), por intermédio do Comando do 4o Distrito Naval (Com4oDN), informa que tem mobilizado meios e militares para prestar apoio ao estado do Amapá a fim de amenizar os transtornos ocasionados pela falta de energia elétrica que afeta o Estado desde o dia 3 de novembro. As ações fazem parte da Operação Amapá, ativada pelo Ministério da Defesa, no dia 7, para coordenar o emprego das Forças Armadas no local.

Desde o dia 11 de novembro, 39 militares da área de saúde da MB, do Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira prestam atendimento gratuito aos amapaenses no Centro de Triagem, anexo ao Hospital de Emergência de Santana (AP). Até o momento, foram realizados cerca de 700 atendimentos em clínica médica e pediátrica, bem como mais de 400 procedimentos de enfermagem. As atividades estão sendo coordenadas pelo ex-diretor do Hospital Naval de Belém, Capitão de Mar e Guerra Klbherwal Melo Farias, e vão continuar até o dia 21 de novembro, de 8h às 18h.

A Marinha emprega militares médicos, enfermeiros, cirurgiões dentistas, nutricionista, farmacêutico, além de tecnólogos de enfermagem, patologia clínica e radiologia médica. Eles foram deslocados para o Estado por meio do Navio-Auxiliar “Pará”, subordinado ao Com4oDN, e do Navio Doca Multipropósito “Bahia”, da Esquadra brasileira. Ambos contam com instalações hospitalares como consultórios médicos e odontológicos e laboratórios de análise clínicas para atendimentos básicos de saúde.

Os meios também realizaram o transporte de mantimentos, água, combustível, bem como de fuzileiros navais com o objetivo de prestar apoio logístico e pessoal necessários para amenizar as consequências do interrompimento de energia e de contribuir, desta forma, com as ações adotadas pelo Governo. A Capitania dos Portos do Amapá também emprega militares e material para colaborar com as atividades.

Destaca-se que uma Equipe de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica do 2o Batalhão de Operações Ribeirinhas atua na descontaminação do Centro de Triagem e dos Navios com propósito de prevenir e combater a proliferação do novo coronavírus, contribuindo para a segurança das ações.

Fonte: Comando do 4o Distrito Naval