Ministério da Defesa participa de reunião sobre aviões com propulsão híbrida

O Ministério da Defesa (MD) participou de reunião promovida pela Embraer Defesa & Segurança (EDS), principal companhia aeronáutica brasileira. Na ocasião, a empresa apresentou os planos para o desenvolvimento de aviões com propulsão híbrida, ou seja, que utilizam energia elétrica e combustível fóssil (querosene de aviação) nas diferentes fases de um mesmo voo.

A tecnologia de propulsão híbrida em aeronaves é inovadora no Brasil e pode alavancar a indústria brasileira no mercado de produção de aviões. Outras inciativas parecidas estão sendo desenvolvidas em outros países, como Estados Unidos e França, mas em modelos pequenos. A ideia da EDS é produzir aeronaves para voos regionais, com capacidade para cerca de 50 passageiros.

Além de impulsionar o setor de tecnologias aeronáuticas no Brasil, a junção de energia elétrica e combustíveis fósseis proporciona diversos outros benefícios, como a diminuição da emissão de gases poluentes no meio ambiente e a redução significativa dos custos operacionais de aeronaves.

A empresa ainda não tem data para o início da produção dos aviões, mas já está definindo possíveis parceiros e formas de financiamento. A reunião entre MD e EDS aconteceu em 22 de maio, no Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

Este slideshow necessita de JavaScript.

  • Com informações da Assessoria de Comunicação Social do MD, por Tiffany de Freitas sob supervisão de Júlia Campos Fotografias: Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below