Ministro da Defesa profere palestra aos atletas do Time Militar que irão participar dos Jogos Militares Mundiais

O Ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, palestrou, nesta sexta-feira (11), para a delegação brasileira que participará da sétima edição dos Jogos Mundiais Militares (JMM), a ser realizada de 18 a 27 de outubro, em Wuhan, na China.

O evento, organizado pela Comissão de Desportos da Aeronáutica (CDA), ocorreu na Universidade da Força Aérea (UNIFA), no Rio de Janeiro (RJ).

O encontro faz parte da preparação dos atletas para os Jogos e contou com a presença do Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez; do Chefe de Assuntos Estratégicos do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, Almirante de Esquadra Cláudio Portugal de Viveiros; do Comandante Militar do Leste, General de Exército Júlio Cesar de Arruda; do Comandante da UNIFA, Major-Brigadeiro do Ar José Isaías Augusto de Carvalho Neto; além dos  Presidentes das Comissões de Desportos das Três Forças Armadas, militares e civis que fazem parte da comitiva, atletas e autoridades do esporte nacional.

O Ministro da Defesa destacou o desenvolvimento do desporto por meio do Programa de Atletas de Alto Rendimento (PAAR). “Podemos constatar de forma clara que, por intermédio do PAAR, nossas Forças Armadas passaram a contribuir para uma verdadeira transformação do Brasil em potência olímpica, de modo que a atuação de cada um de vocês tem importância fundamental nesse contexto”, enfatizou.

O Time Militar Brasileiro é composto por 491 membros, entre atletas e equipe técnica. Os 349 atletas defenderão a Bandeira brasileira em 29 modalidades, como atletismo, boxe, futebol, paraquedismo e tiro esportivo.

A fase final de preparação da equipe, que antecede a ida à China, está sendo realizada nas sedes das Comissões de Desportos de cada Força e o embarque dos atletas iniciará no domingo (13).

O Sargento Marcus Vinicius D’Almeida, atleta do tiro com arco, falou sobre a expectativa para os jogos. “É a primeira vez que vou competir nos JMM. O apoio da FAB é muito importante, pois me permite treinar com mais afinco e dedicação. Representarei o Brasil e a FAB”, concluiu o atleta.

Este slideshow necessita de JavaScript.

  • Com informações do Cecomsaer, Fotos: Sargento Alexandre Manfrim / MD


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below