Ministro da Defesa reivindica reforço no orçamento de sua pasta para 2021

O ministro recebeu a imprensa especializada para falar sobre os programas de Defesa e Operações, atualmente em andamento

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, recebeu na ultima sexta-feira (16) na Escola Superior de Guerra, a imprensa Especializada, para falar sobre os programas de Defesa e Operações, atualmente em andamento.

Durante sua explanação inicial o ministro aproveitou e falou sobre as críticas recebidas pelo governo federal, sobre a proposta do orçamento para a sua pasta em 2021.

No mês de agosto, uma reportagem do jornal O Estado de São Paulo disse que o projeto orçamentário para 2021 do Ministério da Defesa é de R$ 108,56 bilhões e o Ministério da Edução de R$ 102,9 bilhões.

“As Forças Armadas são o único segmento do Executivo que depende exclusivamente da União”, frisou o ministro. “Na segurança pública, existem as forças dos estados, dos municípios e até mesmo da iniciativa privada, como é o caso dos bancos. A educação tem as escolas estaduais, as municipais e as particulares. Mas as Forças Armadas não, tudo é bancado pela União. Precisamos de um orçamento compatível com nossos projetos.”

Com o atual orçamento, dificulta a recuperação da capacidade operacional das Forças Armadas, que conta com equipamentos antigos. É de suma importância a construção de novas Fragatas, ampliação dos carros de combate do Exército e atualização aeronáutico da Força Aérea.

“A defesa não tem a devida atenção que merece na sociedade e no poder político. Talvez nós, das Forças Armadas, tenhamos de rever a nossa atuação de uma certa maneira para impulsionar um pouco isso”.

Fernando Azevedo, falou que na próxima semana estará se reunindo com o ministro da Defesa da Argentina, que vem ao Brasil tratar de uma possível compra de veículos blindados Guarani, além de afirmar que o governo da Hungria está muito próximo de acertar a compra de aeronaves KC-390 Millennium.

Equipe de jornalismo da DefesaTv junto com ministro da Defesa.

Mais detalhes sobre estas tratativas e a coletiva completa do ministro da Defesa, você terá em breve aqui, pelo nosso canal do Youtube, em nosso programa Defesa News. Se ainda não se inscreveu no canal aproveite e de uma like lá e ative o sininho, para se manter bem informado.



Receba nossas notícias em tempo real pelos aplicativos de mensagem abaixo:

Ninguém do DefesaTV está autorizado a entrar em contato com os leitores. Caso deseje de alguma informação envie um e-mail [email protected]

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!