Navio Hidrográfico “Sirius” inicia Sondagem Batimétrica na Barra Norte do Rio Amazonas

NHi “Sirius” durante sondagem batimétrica na Barra Norte do Rio Amazonas com NOc “Antares”, ao fundo

Após suspender do Rio de Janeiro no dia 25 de junho, o Navio Hidrográfico (NHi) “Sirius” iniciou, em 31 de julho, na Foz da Barra Norte do Rio Amazonas, a 60 milhas da região litorânea do estado do Amapá, a sondagem batimétrica da região.

Além da sondagem batimétrica está sendo realizada uma análise maregráfica que será estabelecida pelo estudo estatístico e harmônico de observação da maré em conjunto com o Navio Oceanográfico (NOc) “Antares”.

O objetivo do levantamento envolvendo os dois navios é a melhor previsão do fenômeno de maré no chamado “quebra-mola do Amazonas”, uma região na foz do Rio Amazonas com profundidades inferiores a dez metros.

A correta e precisa delimitação do efeito de maré nesta área, juntamente com os dados coletados na sondagem batimétrica da região, permitirá, em um curto prazo, a operação de navios mercantes de maior calado em períodos específicos.

A condição implicará em maiores volumes de transporte de carga em importantes portos da bacia amazônica, como Manaus-AM, Santarém-PA e Santana-AP, ampliando a atividade econômica daquela região.

Para realizar a medição das profundidades toda a área do “quebra-mola do Amazonas” foi divida em 23 linhas de 24 milhas náuticas cada, totalizando mais de 1.000 quilômetros de sondagem.

A comissão complementará os mais de 120 levantamentos hidrográficos já realizados pelo NHi “Sirius”, no Brasil e no exterior, contribuindo para a segurança da navegação na “Amazônia Azul”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

  • Com informações do CCSM


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below