Navio oceanográfico Antares abre para visitação pública em Natal

blank
Navio Oceanográfico Antares foi construído na Noruega, adquirido na Inglaterra e incorporado à Armada Brasileira em 6 de junho de 1988. — Foto: Marinha do Brasil/Divulgação

O Navio Oceanográfico Antares, da Marinha do Brasil (MB), vai abrir para visitação pública neste domingo (30), das 14h às 17h, no Terminal Marítimo de Passageiros de Natal. O terminal fica no bairro da Ribeira, na Zona Leste da cidade. A entrada é franca.

A atracação na capital potiguar está na programação da Comissão Barra Norte, que em apoio ao Centro de Hidrografia da Marinha tem a missão de coletar dados na Barra Norte do Rio Amazonas, no estado do Amapá, a fim de contribuir com os estudos para determinação dos fatores de correção de maré da área.

O Antares foi construído na Noruega, adquirido na Inglaterra e incorporado à Armada Brasileira em 6 de junho de 1988. Na Marinha brasileira, sua missão é realizar levantamentos oceanográficos e hidrográficos nas áreas marítima e de navegação interior que interessam ao país.

Os levantamentos realizados pelo “Antares” visam contribuir para o apoio à aplicação do Poder Naval e à segurança da navegação, bem como a execução de projetos nacionais de pesquisas em águas jurisdicionais brasileiras e dos resultantes de compromissos internacionais.

Características do navio

  • Comprimento: 55 metros
  • Boca: 10,45 metros
  • Calado: 5,5 metros
  • Deslocamento: 1.248 toneladas com plena carga
  • Velocidade máxima: 10 nós
  • Acomodações para pesquisadores: 8 vagas
  • Tripulação: 64 militares (9 oficiais e 55 praças)

Serviço

  • Local: Terminal Marítimo de Passageiros de Natal
  • Data: 30/06/2019
  • Horário: 14h às 17h
  • Entrada: Gratuita

Recomendações: Devido às características e limitações do local (banheiros e bebedouros) e peculiaridades do Navio (como existência de escadas para acesso aos compartimentos), recomendamos que sejam evitadas, na visitação, crianças abaixo de 5 anos e pessoas com dificuldades de locomoção.

  • Com informações do G1 (RN)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here