Nota da Marinha do Brasil sobre incidente com a Fragata Rademaker

blank

Niterói, RJ.

Em 17 de janeiro de 2019.

                        A Marinha do Brasil, por intermédio do Comando em Chefe da Esquadra, informa a ocorrência de um princípio de incêndio, na cozinha da Fragata Rademaker, no dia de 17 de janeiro, que foi prontamente debelado pelo pessoal de bordo. Seis militares foram encaminhados para o Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhaunsen, por terem inalado fumaça, mas encontram-se com quadro de saúde estáveis, sem queimaduras nas vias aéreas e em observação.

Assessoria de Comunicação Social do Comando em Chefe da Esquadra

17 COMENTÁRIOS

  1. A a Marinha seria mais útil se adquire navios menores com uma velocidade maior e fosse um meio de transportar os agentes federais para trabalhar na proteção anti contrabando e anti tráfico de drogas. Esperam uma guerra que jamais haverá e se houver passará vergonha com esses navios velhos e com um quadro de oficias e praças sem NENHUM preparo somente preocupados com seus egos e salários . Vcs sabiam que a marinha tem mais almirantes do que navios ?.

  2. Não se combate incêndio sem o EPI, máscaras de ar respirável é obrigatório neste caso, pois eram compatimentos fechados. Parabéns aos brigadistas por ter salvo o navio e, além disso, salva guardaram a vida da tripulação. Infelizmente a brigada de incêndio é a que mais tem o papel mais importante, mesmo sem os valores devidamente para o posto.

    • Até onde sei e as fotos mostram não tem caminhão nenhum dos bombeiros no cais e sim ambulâncias para as vitimas, falar é fácil combater que é o problema, quando uma pessoa não tem capacidade faz isso mesmo, fala que ficou com medinho.

  3. Servi três anos nessa Belonave, naveguei mais de 200 dias de mar, e graças a Deus, naquele período, não registramos nenhuma ocorrência. Lembro com muita alegria dos amigos que lá fiz, dos exercícios que fizemos e pela experiência profissional que adquiri. Conquistas pessoais também foi algo gratificante no período que estive embarcado, então, rogo a Deus continue abençoando e protegendo a todos os tripulantes da Marca da Vida.

  4. Também servi nove anos na marca da vida, perdi a conta de quantos exercícios fizemos, sempre nos preparando para atuar com precisão em caso de um sinistro desses, esse paisano não sabe que em alto mar o bombeiro não vai, ou você apaga o fogo ou perde o navio, nunca fale do que você não sabe. Marinha!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here