Novas atualizações Block 4 podem tornar o caça F-35, o primeiro de 6ª geração

Durante o evento Paris Air Show, Michele Evans, chefe da área aeronáutica da empresa Lockheed Martin, concedeu entrevista ao site Defence News, onde falou sobre a possível atualização do caça F-35.

“É um complemento para o F-35”, disse ele, comentando o fato que há muitos países que pretendem produzir caças de quinta geração e estender isso até à sexta geração. Ele ressaltou ainda que a empresa vai continuar elaborando novas tecnologias.

A Lockheed Martin revelou uma série de melhorias que serão aplicadas no âmbito da fase de atualização Block 4 em meados de 2020 aos F-35.

“Uma coisa fundamental nesta atualização é o pacote de atualizações de tecnologias de informação Tech Refresh 3. Ela inclui um novo núcleo processador integrado com maior capacidade de processamento, um cockpit com tela maior e uma unidade de memória aperfeiçoada”, disse Greg Ulmer vice-presidente da Lockheed Martin e diretor-geral do programa do F-35.

Além disso, a empresa planeja integrar uma estrutura de arquitetura aberta no F-35, o que permitirá impulsionar mais depressa as capacidades do caça com o novo software.

Na esteira desta modernização, encontram-se os tanques externos de combustível, o que aumentará o raio de ação em mais de 40%. Espera-se que o Tech Refresh 3 seja integrado em 2023.

  • Com agências internacionais


Receba nossas notícias em tempo real pelos aplicativos de mensagem abaixo:

 

Caso deseje conversar com outros usuários escolha um dos aplicativos abaixo:



Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here