Novos detalhes sobre o avançado sistema do futuro bombardeiro B-21 Raider são revelados

Imagem conceitual do bombardeiro B-21 Raider na Base Aérea de Ellsworth

De acordo com informações publicadas pela revista The National Interest, o protótipo do futuro bombardeiro estratégico B-21 da Força Aérea dos EUA já se encontra em produção, e o seu voo inaugural está previsto para dezembro de 2021.

O bombardeiro furtivo da próxima geração da Força Aérea dos EUA, B-21 Raider, será equipado com software sofisticado que irá “apresentar informações organizadas do campo de batalha em tempo real”.

Os novos equipamentos que irão compor a suíte eletrônica do Raider contará com sensores, computadores e eletrônica que permitirão ao bombardeiro “calcular melhor o dimensionamento, implementação e agilizar as funções processuais como verificação de aviônicos específicos, medindo a altitude e velocidade”.

O artigo cita ainda que o responsável de aquisições da USAF, William Roper, e sua equipe “acabaram de verificar o software conteinerizado com [o sistema informático] Kubernetes em equipamentos prontos para o voo”, proporcionando “autonomia radical para o desenvolvimento de software, em parceria com a Northrop Grumman”.

Graças a isto, o computador do avião irá executar rapidamente os cálculos para obter dados relativos à altitude, velocidade e navegação. Os pilotos do B-21 serão capazes de compartilhar informações e destruir defesas antiaéreas do inimigo “muito mais rápido”, detalha o artigo.

Neste contexto, cabe destacar que o software do B-21 pode ser ainda mais sofisticado em comparação com o Sistema Autônomo de Informações Logísticas dos caças de quinta geração F-35 que já está em serviço, mas continua a enfrentar vários problemas tecnológicos.

  • Com agências internacionais




Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail