OPERANTAR XXXVII: NApOc “Ary Rongel” auxilia voo de apoio logístico à Estação Antártica Comandante Ferraz

Comandante do navio, Capitão de Mar e Guerra Antonio Braz, recebe o Chefe do Estado-Maior da Armada, Almirante de Esquadra Liseo Zampronio, (segundo da esq. p/ dir) e autoridades a bordo do “Ary Rongel”
Voiced by Amazon Polly

Durante a última Operação Antártica (OPERANTAR XXXVII), o Navio de Apoio Oceanográfico (NApOc) “Ary Rongel”, subordinado ao Grupamento de Navios Hidroceanográficos (GNHo), auxiliou o 4o voo de apoio logístico à Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF) e a visita de autoridades ao canteiro de obras da nova estação, no dia 14 de janeiro. O voo de apoio logístico à EACF foi realizado em parceria com a Força Aérea Brasileira (FAB), por meio do emprego da aeronave Hércules C-130, que transportou as autoridades civis e militares até a Base Aérea Chilena “Presidente Eduardo Frei Montalva”. Com o auxílio do Destacamento Aéreo Embarcado (DAE) do navio, composto por duas aeronaves UH-13, a comitiva seguiu de helicóptero para o NApOc “Ary Rongel”, sendo conduzida até a EACF, na Baía do Almirantado.


Na ocasião, os visitantes conheceram algumas áreas do navio, como os laboratórios, o passadiço, a Praça D’Armas e outros compartimentos. Eles também assistiram a um breve vídeo retratando o dia a dia do navio no Continente Austral. O Chefe do Estado-Maior da Armada, Almirante de Esquadra Liseo Zampronio, conheceu também os Módulos Antárticos Emergenciais, nos quais os militares brasileiros estão alojados no período das obras. A comitiva foi formada por mais de 40 autoridades, entre elas os Generais de Exército Claudio Coscia Moura, Décio Luís Schons e Artur Costa Moura; o Vice-Almirante Marcos Silva Rodrigues; o Contra-Almirante Gilberto Santos Kerr; e os Brigadeiros da FAB José Vagner Vital e Walcyr Araujo.

O grupo foi acompanhado pelo Secretário da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar, Contra-Almirante Sérgio Gago Guida. O “Gigante Vermelho”, como é apelidado, realiza a sua 25ª viagem aos mares austrais. Nessa longa comissão, com o regresso ao Rio de Janeiro-RJ previsto para abril de 2019, o “Ary Rongel” terá como principais tarefas: o apoio logístico aos Módulos Antárticos Emergenciais, a atuação na reconstrução da EACF, a execução dos trabalhos de campo a serem desenvolvidos nos refúgios e acampamentos previstos, além de servir como plataforma para a realização de pesquisas, efetuando lançamentos e recolhimentos de pesquisadores.

Fonte: CCSM

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here