Paris Air Show 2019 em imagens!

Em sua 53a edição, o SIAE ou Le Salon International de l’Aéronautique et de l’Espace*, (também conhecido como “Salon du Bourget“) realizou seu show aéreo tradicional no final de semana, após o encerramento da feira de negócios, que durou cinco dias e movimentou bilhões em negociações de aeronaves, equipamentos e serviços do universo da aviação civil e militar.


Nessa edição o show aéreo começou um pouco mais cedo, já na sexta-feira dia 21, quando o evento foi aberto para o público em geral, que foi numeroso mesmo com a sexta sendo dia útil em Île de France (Paris metropolitana).
No domingo a surpresa foi o vôo adicional de dois dos grandes sucessos do evento, o EMBRAER KC-390 e o E-195-E2, que efetuou uma apresentação ao final da tarde para encerrar o show aéreo com grande estilo!

Galeria Embraer KC-390:

Galeria EMBRAER E-195-E2:


Apesar da  presença de muitas aeronaves antigas e clássicas, apenas algumas voaram durante a realização da feira de negócios na semana e no show aéreo à partir da sexta-feira dia 21.

Grande parte dessas aeronaves antigas e clássicas que estiveram presentes pertencem à coleção do Musée Volant da família Jean Baptiste Salis e aos diversos proprietários que estão por toda a Europa associados com diversas instituições de preservação aeronáutica.

Galeria aeronaves antigas e clàssicas:


Também foi uma grata surpresa a presença de dois dos bimotores Douglas Dakota C-47 da “Comemorative Air Force” e de outros proprietários americanos e britânicos, que participaram nas comemorações dos 75 anos do desembarque na Normandia e dos 70 anos da “Ponte Aérea de Berlim”, e que vieram ao Paris Air Show prestigiar o evento, conseguindo também ser uma das grandes atrações para todos!

Galeria Douglas C-47 Dakotas:


Na aviação militar, o destaque foi para a aviação de caça, com a presença dos vôos do tradicional Dassault Rafale e dessa vez com a presença do CmdteVador“, da Belgian Air Force Solo Display, com o General Dynamics F-16-FA-101. Outro interessante destaque foi a apresentação do JF-17 Thunder.

Galeria Aviação de Caça:


E na aviação de asas rotativas o destaque foi para a apresentação conjunta dos helicópteros NH Industries – NH-90 Caïmam e AIRBUS Helicopters – EC-665 Tigre, simulando uma ação de C-SAR (RESCO) com emprego de cobertura aérea e tropas de operações especiais.

Galeria Helicòpteros:

Galeria diversos:

*È uma realização do  Groupement des Industries Françaises Aéronautiques et Spatiales (GIFAS), responsável pela organização do evento SIAE/Paris Air Show.

As aeronaves presentes

Com um total de 150 aeronaves em exposição estática e 45 efetuando vôos de performace e acrobáticos.  E algumas das aeronaves presentes não foram finalmente citadas na lista oficial disponibilizada no site do evento pois apareceram de ultima hora ao evento. Citar todas aqui seria um “exercício de excesso” nos textos, e por isso deixo aqui abaixo o link oficial do evento com a lista para consulta:

https://www.siae.fr/le_salon/liste_des_aeronefs.htm

Um pouco de história

Na parte histórica, o evento nasce em 1909, utilizando o Grand Palais (centro de Paris) como local de exposição, com a concepção dos pioneiros André Granet e Robert EsnaultPelterie. Mas somente em 1951 o Salão teria seu lugar no Aeroporto Internacional de Le Bourget (arredores de Paris) .
Em 1969 (50 anos atrás) o Salão adquire sua primeira dimensão internacional com a participação de 14 países e apresenta as duas maiores inovações da aviação da época; o Concorde e o Boeing 747.
Em 1997 o Salão bateria o seu primeiro recorde, com 1860 expositores de 46 países e aproximadamente  230 aviões presentes.
Em 1999 outro recorde de expositores, com 1895 expositores de 41 nações em uma área de exposição de 192.000 metros quadrados.
Porém em 2011 foi a edição de todos os recordes, com a participação  de 2110 expositores  e a presença do primeiro avião a energia solar do mundo, o “Solar Impulse” que efetuaria somente em 2016 a sua circunavegação do globo.
Em 2017 o Salão continua na vanguarda mundial, sendo o primeiro a inovar com a apresentação de um espaço de empresas “start ups” e laboratórios de inovação tecnológica voltada para a aviação em geral.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below