Piloto mercenário português é abatido na Líbia

O Exército Nacional Líbio (LNA), sob o comando do Khalifa Belqasim Haftar, abateuram um caça das forças fieis ao Governo do Acordo Nacional (GNA) liderado por Fayez al-Sarraj, informou o site Sky News Arabia. A aeronave era pilotada por um mercenário português.

O piloto, que voava de Misrata, foi transferido para a sala de operações do LNA para receber os primeiros socorros. Ele diz que é português no serviço da aviação do NGA, responsável por dezenas de ataques aéreos em Qasr Bin Gashir, Tarhouna, Souq al-Khamis e Gharian.


O tripulante está ferido, mas já está sendo transferido para o território controlado pelo LNA, e lá ele receberá novos cuidados médiscos. Militares do LNA, perguntaram ao prisioneiro seu nome e país de origem.


Ele disse que se chama Jimmy Reis, tem 29 anos de idade, é cidadão de Portugal e tem um contrato civil com uma pessoa desconhecida com nome de Hadid para “destruir estradas e pontes”.

​“O Exército Nacional Líbio (LNA) capturou Jimmy Reis, de 29 anos de idade, um piloto mercenário português, que voava um avião de guerra a bordo de Mirage F1 do Governo de Acordo Nacional (GNA) baseado em Trípoli antes de ser derrubado pelo LNA nesta manhã”.


Segundo relatórios preliminares, o avião foi abatido na área de Al-Hira, no sul de Trípoli, e o piloto foi capturado pelo LNA. Primeiros momentos depois da defesa antiaérea do LNA ter conseguido derrubar o caça Mirage F-1 da Força Aérea do GNA sobre Al-Hira, no sul de Trípoli.

Na rede também apareceu um vídeo com os destroços do avião de guerra.  Em 4 de abril, o Exército Nacional Líbio lançou um ataque em direção a Trípoli, que atualmente está controlada pela GNA, que tem apoio da ONU.

  • Com informações de agências de notícias internacionais


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below