Polícia Militar do Rio de Janeiro mobiliza mais de 44 mil policiais na segurança do Carnaval 2020

A  fim de se garantir a segurança durante o Carnaval 2020 em todo o estado, a Secretaria de Estado de Polícia Militar do Rio de Janeiro mobilizará 44.753 policiais e 1.242 viaturas. A Operação Carnaval 2020 começou na sexta-feira (21) e se estenderá até quarta-feira (26).

A novidade deste ano será a atuação de policiais do programa Patrulha Maria da Penha – Guardiões da Vida, que estarão presentes nos blocos de rua para orientar, prevenir e intervir em casos de violência contra mulher.

Como aconteceu nos anos anteriores, a área da Cidade Nova, onde estão localizados o Sambódromo e o Terreirão do Samba, receberá atenção especial, principalmente durante a noite e madrugada, não só na área do desfile como em toda a região de acesso, inclusive com apoio de tropas de unidades especiais.

Somente para essa área, serão empregados por dia 600  policiais. Viaturas estarão posicionadas em locais estratégicos. De sexta-feira (21) a 02 de março, o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) vai reforçar o policiamento nas rodovias estaduais neste feriado prolongado, seguindo as diretrizes do programa Viagem Segura, implantado com sucesso no ano passado.

Um total de 2.676 policiais rodoviários estaduais estarão atuando nos 6 mil quilômetros da malha rodoviária do estado.

Além do reforço de estradas estaduais, será mantida a parceria da Polícia Militar com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) para ampliar o patrulhamento das rodovias federais, que cortam áreas estratégicas do estado, como Baixada Fluminense, Costa Verde e Leste Fluminense em direção à Região dos Lagos.

Na capital, além do entorno do Sambódromo, outras três áreas foram consideradas estratégicas: Centro, Zona Sul e bairros próximos à Avenida Intendente Magalhães, onde também há desfiles de escolas de samba e blocos de enredo.

Como tem acontecido em todo o período pré-carnavalesco, os blocos de rua receberão atenção especial. Durante o carnaval, estão previstos dois chamados megablocos, ambos no Centro: o Cordão da Bola Preta, no sábado de manhã, e o Fervo da Lud (liderado pela cantora Ludmilla), na manhã de terça.

Nos pontos de bloqueio próximos ao local de desfile desses grandes blocos, os policiais militares, munidos de detectores de metais, farão a triagem para impedir o ingresso de foliões com garrafas, patinetes, carrinhos e outros objetos que possam pôr em risco a segurança.

Para montar o plano do carnaval deste ano, foram mobilizados efetivos de todas as unidades convencionais e especiais, assim como a convocação de policiais lotados em funções administrativas.

Como de praxe, férias e folgas foram temporariamente suspensas. Do total de policiais empregados para atuar nos seis dias, 21.250 fazem parte do policiamento ordinário e 23.503 compõem o efetivo extraordinário.

UNIDADES ESPECIAIS

O Regimento de Polícia Montada (RPMont) atuará no entorno do Sambódromo, nos Arcos da Lapa e no Aterro do Flamengo, na Zona Sul e demais locais onde houver desfile dos chamados mega blocos.

O Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPTur) terá esquema especial para garantir o atendimento aos visitantes, atuando com policiais bilíngues nos principais pontos turísticos, como rodoviária, aeroportos e Sambódromo.

Além de contribuir no reforço ao policiamento ostensivo, as unidades do Comando de Operações Especiais (COE) da PM – BPChq (Batalhão de Choque), BAC (Batalhão de Ação com Cães) e GAM (Grupamento Aeromóvel); serão empregadas em missões específicas. O BOPE (Batalhão de Operações Policiais Especiais) ficará de prontidão.

A atuação do GAM será permanente, sobrevoando a Região Metropolitana, com atenção especial para a orla, os blocos de rua, a região do Sambódromo e rodovias.

O BAC estará presente com policiais militares e cães nos locais de maior concentração, como Cinelândia, Terreirão do  (e demais áreas da Cidade Nova),  Central do Brasil e estações do metrô de maior movimento.

Já o BPChq atuará na área externa do Sambódromo e, na Quarta-Feira de Cinzas, fará o policiamento na Praça da Apoteose durante a apuração das agremiações que participaram dos desfiles, podendo ser deslocado para quadras de escolas de samba.

O policiamento dos principais corredores viários de acesso ao Rio, como Avenida Brasil e Linhas Vermelha e Amarela, ficará a cargo do Batalhão de Policiamento em Vias Expressas (BPVE), com apoio dos policiais do RECOM (Rondas Especiais e Controle de Multidões). O Comando de Polícia Ambiental (CPAm) vai reforçar o policiamento nas trilhas.

PATRULHA MARIA DA PENHA

Criado em agosto do ano passado, o programa Patrulha Maria da Penha – Guardiões da Vida  marcará sua presença no carnaval. Os policiais militares da PMP de todos os batalhões estarão atuando junto aos  blocos, na Região Metropolitana e no interior.

Agentes distribuirão ventarolas impressas com objetivo de esclarecer os limites legais entre uma paquera e o assédio. Entre as orientações consta a advertência de que importunação sexual é crime, passível de pena de reclusão de um a até cinco anos de prisão, de acordo com a Lei 13.718/18.

Embora a estratégia de atuação seja de caráter preventivo e de conscientização, os policiais da PMP estarão prontos para intervir em casos de violência contra mulher em apoio aos seus companheiros de policiamento ordinário.

  • Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar Coordenadoria de Comunicação Social (CComSoc)


Receba nossas notícias em tempo real pelos aplicativos de mensagem abaixo:

Ninguém do DefesaTV está autorizado a entrar em contato com os leitores. Caso deseje de alguma informação envie um e-mail [email protected]

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!