Porta-aviões Almirante Kuznetzov sofre incêndio a bordo

Um incêndio ocorreu nesta quinta-feira (12) a bordo porta-aviões da Marinha Russa, Almirante Kuznetsov, no porto de Murmansk, Mar de Barents, durante a realização de reparos.

De acordo com a agência russa de noticias RT.com, seis pessoas estariam feridas; sendo que dois marinheiros e um operário estão sendo dados como desaparecidos, pois o combustível ainda queima a bordo do navio. O chefe da United Shipbuilding Corporation, disse à agência Interfax que “um fator humano” pode ser a causa do incêndio.

Os primeiros relatos dão conta que o incêndio fora causado por uma fagulha de solda, que fez o fogo se alastrar em um espaço de 600 m², conforme relatou uma fonte de serviços de emergência à agência de notícias TASS.

O Almirante Kuznetsov é um porta-aviões do projeto 1143.5, o único de sua classe na Marinha russa. Foi lançado em 1987 e recebeu o nome do Almirante da Frota da União Soviética N. G. Kuznetsov.

Esta não é a primeira vez que um incêndio ocorre a bordo deste porta-aviões: Em 7 de janeiro de 2009, um pequeno incêndio eclodiu a bordo do almirante Kuznetsov, enquanto ele se encontrava ancorado na Turquia, para a participação em exercícios navais no Mediterrâneo com um grupo de navios de guerra da frota do norte.

O causador deste incêndio foi um curto-circuito, que levou à morte um membro da tripulação por envenenamento por monóxido de carbono. Considerando que, está escuro em Murmansk neste período do ano, alguns vídeos do incêndio que circulam nas mídias sociais provavelmente mostram esse incidente a bordo do porta-aviões em 2009.

  • Com agências internacionais