Presidente D.Trump promete destruir a economia da Turquia em caso de “ação fora dos limites”

Imagem das tropas americanas que começam a deixar a região. Imagem via The National News USA.

Após a confirmação oficial da retirada das tropas dos EUA da fronteira entre a Síria e a Turquia , o presidente dos EUA, Donald Trump, publicou em seu twitter para defender grupos curdos apoiados pelos EUA de uma possível operação militar turca na região. Nessa situação, a única esperança dos procuradores dos EUA é que esse tipo de ameaça funcione melhor do que as enviadas pelos EUA à Turquia durante o acordo com o S-400.

Tradução:

Como já afirmei fortemente antes, e apenas para reiterar, se a Turquia fizer algo que eu, em minha grande sabedoria, considere estar fora dos limites, destruirei e obliterarei totalmente a Economia da Turquia (já fiz isso antes!) . Eles devem, com a Europa e outros, vigiar …

Tradução:

…. temos os combatentes e famílias do ISIS capturados. Os EUA fizeram muito mais do que se poderia esperar, incluindo a captura de 100% do califado ISIS. Agora é hora de outros na região, alguns de grande riqueza, protegerem seu próprio território. Os EUA são ótimos!

As tropas dos EUA jà estão se retirando da área de fronteira com a Turquia, no nordeste da Síria .

Em um comunicado divulgado em 6 de outubro, a Casa Branca de fato deu luz verde à operação militar turca na área. Washington disse que suas forças “não apoiarão ou se envolverão na operação, e as forças dos Estados Unidos, derrotando o” califado “territorial do ISIS, não estarão mais na área imediata.”

 

As milícias curdas, que são o núcleo das Forças Democráticas Sírias, apoiadas pelos EUA, teoricamente acabam de perder a proteção dos EUA de uma possível ação militar turca.

No fim de semana passado, o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, anunciou que seu país não estava satisfeito com o progresso da implementação do acordo de ‘zona segura’ e que a Turquia estava pronta para iniciar uma operação militar por conta própria. Ancara qualifica as milícias curdas apoiadas pelos EUA como grupos terroristas devido ao seu caràcter separatista.

De acordo com as fotos que aparecem online, as tropas americanas já abandonaram sua guarnição militar em Tel Arqam, na fronteira com a Turquia.

 

  • Com informações SANA Syria, Arab News, RT Int e correspondentes colaboradores via redação Orbis Defense Europe.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below