Presidente da República cumprimenta os novos Oficias-Generais das três Forças Armadas

Na manhã desta segunda-feira (09), no Palácio do Planalto, o presidente da República, Jair Bolsonaro, cumprimentou os 32 novos Oficiais-Generais das três Forças Armadas. Foram promovidos 11 Oficiais-Generais da Marinha, 14 do Exército e sete da Força Aérea.

Ao lado do Ministro da Defesa e dos Comandantes das Forças, o Presidente Bolsonaro cumprimentou cada um dos Oficiais-Generais promovidos e discursou. “Tenho gratidão a esse povo que nós devemos lealdade”, referiu-se Bolsonaro aos militares.

O evento contou ainda com as presenças do Vice-Presidente da República, Hamilton Mourão; do Ministro da Defesa, Fernando Azevedo; do Chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, Augusto Heleno; dos Comandantes da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa; do Exército, General de Exército Edson Leal Pujol; e da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar, Antonio Carlos Bermudez; e do Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, Tenente-Brigadeiro do Ar Raul Botelho.

Confraternização com Oficiais-Generais

Após a solenidade no Planalto, ocorreu o tradicional almoço de final de ano do Presidente da República com Oficiais-Generais das Força Singulares. Em discurso, o Ministro da Defesa, Fernando Azevedo, ressaltou o protagonismo exercido pelos militares das Forças Armadas neste ano.

“O momento é apropriado para refletir sobre as entregas que nossas Forças Armadas fizeram à sociedade brasileira em 2019. Um período intenso, carregado de ineditismos, que colocou à prova a flexibilidade dos militares para aprender novas lições, processá-las e resolve-las“, declarou o Ministro.

Ele listou uma série de ações desenvolvidas com o apoio de tropas da Marinha, do Exército e da Aeronáutica e sublinhou o êxito alcançado por meio da Garantia da Lei e da Ordem na Operação Verde Brasil.

Na iniciativa, militares das Forças Armadas, coordenados com órgãos de controle ambiental e de segurança pública, executaram ações para o combate às queimadas e para a repressão ao desmatamento da floresta e do garimpo ilegal.

“Graças ao esforço integrado do governo federal, estados e municípios, setembro e outubro registraram números de focos de calor muito abaixo da média”, destacou o Ministro da Defesa.

A Operação Amazônia Azul – Mar Limpo é Vida, também foi destacada. A atividade, que ainda está em curso, promove o monitoramento do litoral e a limpeza das manchas de óleo nas praias brasileiras.

Sobre a ação, ele relatou a imediata mobilização das Forças Armadas para “controlar os efeitos, que se apresentavam assustadores às economias locais e incalculáveis para o meio ambiente”.

Foram ainda citados os avanços nos projetos estratégicos de defesa: a entrega da primeira aeronave KC-390, a apresentação do primeiro caça Gripen, a iniciação de testes de mar do Submarino Riachuelo e integração do Submarino Humaitá e a aprovação do Acordo de Salvaguardas Tecnológicas (AST).

O Ministro Fernando encerrou o pronunciamento evidenciando a valorização do militar e de sua família com a aprovação do Projeto de Lei (PL), que trata da proteção social dos militares e da reestruturação da carreira militar. Conduzido por iniciativa do Presidente da República, o PL foi aprovado na semana passada pelo Congresso Nacional.

Este slideshow necessita de JavaScript.

  • Por Lane Barreto, da Assessoria de Comunicação Social do Ministério da Defesa, Fotos: Alexandre Manfrim


Receba nossas notícias em tempo real pelos aplicativos de mensagem abaixo:

 

Caso deseje conversar com outros usuários escolha um dos aplicativos abaixo:



Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail