Presidente da República se reúne com alta cúpula militar no Palácio da Alvorada

Foto: Marcos Corrêa/PR

Um dia após a soltura do ex-presidente Lula, que estava preso na sede da Polícia Federal (PF), em Curitiba, o presidente da República, Jair Bolsonaro, se reuniu´presidente no Palácio da Alvorada, na manhã deste sábado (9), com a alta cúpula militar do governo.

Participaram o ministro de Estado da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva; o ministro-chefe da Secretaria de Governo, general  Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira; o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno; os comandantes da Marinha, Exército e Aeronáutica.

A reunião com a cúpula militar não constava da agenda presidencial que foi divulgada, na sexta-feira (8), pela Secretaria de Comunicação da Presidência da República. Neste sábado, a reunião só foi informada às redações às 16h30, cinco horas e meia depois de começar, às 11h. O término, segundo o comunicado, foi às 12h30.

Pouco antes das 13h, o presidente falou diretamente sobre a soltura do ex-presidente Lula a cerca de 20 pessoas que o aguardavam na frente do Palácio da Alvorada.

“A grande maioria do povo brasileiro é honesto, trabalhador, e não vamos dar espaço e contemporizar com presidiário”, disse Bolsonaro, ao deixar o Palácio do Alvorada para ir a um churrasco no clube dos sargentos do Exército. “Ele está solto, mas com todos os crimes dele nas costas”, continuou o presidente.

No início da manhã, Bolsonaro já havia se manifestado pelo Twitter sobre soltura de Lula, sem citar o nome do petista.

“Amantes da liberdade e do bem, somos a maioria. Não podemos cometer erros. Sem um norte e um comando, mesmo a melhor tropa, se torna um bando que atira para todos os lados, inclusive nos amigos. Não dê munição ao canalha, que momentaneamente está livre”, tuitou Bolsonaro.

  • Por: Jorge Vaconcellos – Correio Braziliense


4 COMENTÁRIOS

  1. É simples de reolver são apenas 2 ” dois” tiros um tribunal de exceção em cima do stf, dois algemas neste bandido sínodo e bota ele de volta pra onde ele nunca devia sair. Simples de mais de resolver.

  2. Kd as forças do bem tão comedo de que e de quem, o stf já provou que não passa de uma e estençao dos quadrilheiros políticos é colarinhos BRANCOS não são as forças armadas criadas para defender a NAÇÃO dos inimigos externos e internos. Quem são os inimigos internos da nação não são os opressores que se dizem ti governantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below