Presidente dos EUA confirma envio de 1500 militares ao Oriente Médio

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta sexta-feira (24), que o país irá enviar cerca de 1.500 militares adicionais ao Oriente Médio, frente as crescentes tensões com o Irã.

“Queremos ter proteção no Oriente Médio. Enviaremos um número relativamente pequeno de tropas, em sua maioria preventivas”, afirmou Trump ao deixar a Casa Branca para visita oficial ao japão.

Pouco depois, Patrick Shanahan, secretário da Defesa em exercício, descreveu a medida como “uma resposta prudente a ameaças críveis do Irã”. Os soldados serão em grande parte de engenharia e de forças de defesa.

O presidente chegou à decisão após uma reunião na quinta-feira (23), na Casa Branca, com os principais assessores de segurança nacional. Ele concluiu que um pequeno aumento seria suficiente para enfrentar quaisquer ameaças adicionais de segurança na região vindas do Irã ou de forças apoiadas por eles.

O número de soldados enviados será bem menor do que havia sido cogitado nas últimas semanas. O Pentágono planejava apresentar uma opção para o envio de até 20.000 soldados para a região.

Alguns oficiais do Departamento de Defesa consideraram tal movimento um risco às tropas americanas que estão na região, porque o movimento poderia dar aos adversários americanos um alvo ainda maior.

Congressistas críticos da medida, a maioria deles democratas, questionaram nesta semana autoridades do governo sobre as últimas tensões com o Irã foram causadas por Teerã ou Washington. O próprio Trump já se disse a favor de diminuir a presença militar americana na região, especialmente na Síria.

  • Com informações de agências de notícias internacionais


Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!

Assista nosso último episódio:


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here