Real Força Aérea Tailandesa atinge 10.000 horas de voo com seus caças Gripen C/D

Subscribe
Voiced by Amazon Polly

Os últimos dez anos de operações do caça Sueco Gripen na Tailândia, estabeleceram novos padrões no sudeste da Ásia, revela o site Combat Aircrafts. De acordo com a matéria, quando a Real Força Aérea Tailandesa (RTAF) estava procurando um novo caça para substituir os seus F-5E Tiger II, ela estava finalmente pensando fora da caixa. Ao contrário de suas escolhas de materiais anteriores, a Força Aérea desta vez procurava por um pacote completo com sensores avançados e recursos centrados em rede. O contrato com a Saab foi assinado em 2008 e as entregas começaram em 2011: dois monoplaces (Gripen C) e quatro biplaces (Gripen D).

Em 2010, houve um novo pedido para mais 6 caças que foram entregues em duas fases em 2013. Nos últimos dez anos, o Gripen tem participado de várias missões e implementações da RTAF. Ano passado, o Gripen completou 10.000 horas de voo durante o Pitch Black Exercise. De acordo com uma notícia veiculada pela Jane´s, a RTAF estaria agora procurando atualizar seus caças para a configuração do MS20. ‘Estamos planejando atualizar os Gripens para o padrão MS20. Vimos as capacidades do padrão atual e iremos fazer tudo o que precisamos’, disse Prachya Tippayarat, vice-comandante da ALA 7 da RTAF na Base Aérea de Surat Thani. 

  • Com informações do site Combat Aircraft
  • Traduação e Adaptação: DefesaTV

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here