Relatório do Pentágono revela que China pretende dobrar o tamanho de seu arsenal nuclear

No documento o governo afirma que a China já ultrapassou o poderio militar americano em uma série de áreas importantes

O Pentágono divulgou na tarde desta terça-feira (2), relatório dando conta que a China vem trabalhando para duplicar o número de ogivas nucleares nos próximos de dez anos, conforme noticiou a Rede CNN.

No documento o governo dos EUA afirmam que a China já ultrapassou o poderio militar americano em uma série de áreas importantes, tais como a: construção de navios, desenvolvimento de mísseis balísticos e de cruzeiro, bem como sistemas integrados de defesa aérea.

“Ao longo da próxima década, o estoque de ogivas nucleares da China – atualmente estimado em 200 anos – deve pelo menos dobrar de tamanho à medida que a China expande e moderniza suas forças nucleares”, diz o documento.

O relatório foi divulgado no mesmo momento em que a relação entre EUA e China se estremece. Semana passada, o país oriental afirmou que lançou dois mísseis porta-aviões ontem no Mar do Sul da China como um aviso para os norte-americanos.

“As forças nucleares da China irão evoluir significativamente na próxima década, à medida que se moderniza, diversifica e aumenta o número de suas plataformas de entrega nuclear terrestre, marítima e aérea”, disse o relatório, acrescentando que “a China está buscando um ‘ tríade nuclear “com o desenvolvimento de um míssil balístico lançado pelo ar com capacidade nuclear e aprimoramento de suas capacidades nucleares terrestres e marítimas”, completa o texto do documento.

Desde o começo do governo Trump, em 2016, os Estados Unidos tentam incluir a China em suas tratativas de controle de armas nucleares com a Rússia, algo que Pequim tem resistido. No entendimento de Washington, o poderio militar de Pequim é preocupante.

“A China possui a maior marinha do mundo, com cerca de 350 navios e submarinos, incluindo mais de 130 grandes combatentes de superfície. Em comparação, a força de batalha da Marinha dos EUA era de aproximadamente 293 navios no início de 2020”, diz o relatório.

  • Com agências internacionais


Receba nossas notícias em tempo real pelos aplicativos de mensagem abaixo:

Ninguém do DefesaTV está autorizado a entrar em contato com os leitores. Caso deseje de alguma informação envie um e-mail [email protected]

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!

Comments are closed.