Representantes do Programa Calha Norte vistoriam obras no Amazonas e no Acre

blank

Google News

Promover o desenvolvimento de obras que vão impactar a vida de moradores de comunidades afastadas e garantir a soberania nacional com a ocupação de locais estratégicos estão entre os propósitos do Programa Calha Norte. Coordenado pelo Ministério da Defesa, a iniciativa está presente em 442 municípios de 10 estados. Além da Região Norte, abrange Mato Grosso e parte dos Estados do Mato Grosso do Sul e do Maranhão.  Aproximadamente, 15 milhões de pessoas são beneficiadas pelo Programa, incluindo parcela significativa da população indígena.

Por meio de convênios firmados entre Ministério da Defesa, governos estaduais e municipais, a iniciativa financia obras de infraestrutura como a construção de escolas, pontes, sedes de prefeituras, praças de esportes, bem como a pavimentação de ruas e estradas vicinais. Os recursos destinados aos empreendimentos são provenientes de emendas parlamentares.

O Diretor do Programa, General de Divisão Ubiratan Poty, ressalta que, além de aumentar a Defesa Nacional com a ocupação de vazios demográficos, o Calha Norte tem, entre suas finalidades, “proporcionar assistência às populações, principalmente, aquelas situadas em áreas mais remotas”, enfatiza.

Nesta semana, integrantes do Departamento do Programa Calha Norte vistoriaram 28 obras finalizadas nos Estados do Amazonas e do Acre. Essas visitas são feitas por engenheiros do Calha Norte, juntamente com agentes de órgãos dos estados e municípios.

Feira Municipal

A construção da Feira Municipal de Tefé foi uma das obras vistoriadas. O município amazonense, com cerca de 60 mil habitantes, cresceu às margens de um lago de mesmo nome. Na pequena cidade da Amazônia Ocidental, o prédio da nova Feira tem vista panorâmica para esse lago. Da varanda da edificação de três pavimentos, é possível ver ribeirinhos transitando em canoas com suas famílias, casas flutuantes construídas sobre o lago e o cais, onde atracam embarcações com a produção rural para venda no centro comercial. Inaugurado em agosto de 2019, o prédio tem arquitetura semelhante a mercadões antigos.

Dividido em 195 espaços para exposição de produtos agrícolas regionais, artesanato, praça de alimentação e setor de serviço, no local, circulam cerca de 2 mil pessoas diariamente. Ali, Soelinda Poncil Ribeiro, 55, vende uma variedade de farinhas típicas produzidas em sua propriedade rural. Ela considera a construção da feira muito importante para os comerciantes do município. “Fico muito alegre por, hoje, ter esse local. Antigamente, o espaço era de 50 centímetros para cada trabalhador. Hoje, temos até lugar para armazenar as nossas mercadorias”, festejou a feirante.

Praça de convivência

Situado na margem esquerda do Rio Solimões, o município de Manacapuru tem cerca de 99 mil habitantes e foi beneficiado com melhorias na Praça Dr. Abelardo Rodolfo Lemos Pampolha, localizada no Conjunto Cophasa. Ali, é um dos pontos de encontro dos moradores do bairro Nova Esperança.

Entre eles, Jéssica Cruz, 19 anos, e Thiago Braga Ferreira, 18 anos, que cursam o 3º ano do ensino médio, aproveitam o espaço, próximo à escola, para se reunir com os colegas. O estudante Thiago diz que gosta muito do local: “eu e meus amigos jogamos bola todo dia nessa quadra. As pessoas podem vir para cá, tem academia ao ar livre, bancos para nos sentarmos e conversarmos”.

Piso, iluminação, vestiários, bancos, playground e academia ao ar livre foram feitos com recursos do Programa. “Essa praça traz bastante lazer para todo mundo, tem equipamentos, tem quadra. Às vezes, montam parquinho, pula-pula para as crianças nos fins de semana”, conta Jessica.

Cenário

No extremo noroeste do Acre, fica Rodrigues Alves, pequeno município de 19 mil habitantes com economia baseada no comércio de produtos agrícolas e de pescado. No local, foram inspecionadas a construção de uma praça, já entregue à população, e de um mercado público, em processo de licitação para os ocupantes.

Na praça situada na Avenida Presidente Vargas, um letreiro de madeira com a mensagem “Eu amo Rodrigues Alves” é cenário para população tirar fotografias. O empreendimento, com recursos do Programa Calha Norte, possui estrutura de lazer com dois quiosques, banheiros, pista de skate e bancos de madeira.

Contratos firmados

No momento, o Programa Calha Norte possui mais de 1.200 contratos firmados com governos estaduais e municipais e cerca de 970 obras em execução. Em outra frente, soma 305 convênios para aquisição de máquinas, veículos e equipamentos, beneficiando 280 municípios. O montante de investimentos chega a R$ 1,68 bilhão para o apoio a comunidades ribeirinhas e com déficit de infraestrutura.

O Calha Norte também atua no segmento militar com recursos do Ministério da Defesa, executando melhorias em unidades da Marinha, do Exército e da Aeronáutica localizadas na região abrangida pelo Programa.

Por Lane Barreto

Fotos: Alexandre Manfrim

Participe do nosso grupo e receba as principais notícias
do Defesa em Foco na palma da sua mão.

blank

Ao entrar você está ciente e de acordo com
os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Assine nossa Newsletter

Receba todo final de tarde as últimas notícias do Defesa em Foco em seu e-mail, é de graça!



Fonte