RIOgaleão promove semana de segurança com Workshop Integrado de Safety e Security e simulados ESAIA e ESAB

O RIOgaleão promoveu, na última semana, o Workshop Integrado de Safety e Security no auditório do terminal de cargas do Aeroporto Internacional Tom Jobim. O evento, formado em dois dias, contou com a presença de importantes stakeholders do setor aéreo e mais de 120 participantes, além de trazer painéis e palestras com temas atuais sobre segurança, emergência e gestão de crises em aeroportos. A palestra de abertura do primeiro dia, bem como a abertura do evento, foi realizada pelo gerente de segurança do RIOgaleão, Marcus Almeida.

A apresentação teve como tema principal “Ações interagências e níveis de resposta”. Em seguida, Fabio Bernardes, da empresa de tecnologia Thales, falou sobre UTM (Unmanned Traffic MGMT & Aveillan Holographic Radar) e “Experiência em aeroportos e Segurança Integrada” em dois diferentes painéis. Logo após o almoço, o debate “Airside Security” trouxe à mesa Evandro Lima Filho, do RIOgaleão; o Tenente Coronel Vargas, do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA); e Cesar Augusto, da Delegacia Especial de Assuntos Internacionais (DEAIN).

Já o painel “Landside Security” convidou ao palco Rodrigo Nery, do RIOgaleão; José Zamith, da empresa de segurança Graber; e o Major Fábio Villela, da Polícia Militar do estado do Rio de Janeiro (PMERJ). Para finalizar o dia, Fábio Dinelli, do RIOgaleão; Maysa Sodré e Pedro Paulo, da empresa Supervia; e Alexandre Cardeman, do Centro de Operações do Rio de Janeiro, participaram do painel “Sistema de Gerenciamento de Segurança”.

Leia também:


A abertura do segundo dia de Workshop também foi realizada por Marcus Almeida. Logo depois, o primeiro painel do dia convidou Reinaldo Reina, do time de segurança do RIOgaleão; Antonio Martins, da Falck Fire Services; Bruna Livia, da Med Mais; dr. Marcelo Lamberti, da saúde pública; Ailton Bredariol, da LATAM; e Claudio Rodrigues, da GRU Airport, para falar sobre ações integradas de emergência.

Para dar continuidade, o debate “Segurança em processo logístico aeroportuário” contou com Carlos Furquim e Mauricio Felgueiras, do RIOgaleão. O painel “Cenários prospectivos” teve a presença de Thiago Biermann, do RIOgaleão; do Coronel Heitor Castro, do Hospital de Força Aérea do Galeão (HFAG); do Coronel Silva Costa, da Defesa Civil; de Mauricio Pontes, da empresa C5i; e do Coronel Camel Farah, do Logos. Por fim, Ingrid Mimoso, do RIOgaleão; Jonas Climaco, da VMI; Marcus Barreto, da Tristar; Marco Barbosa, da empresa de tecnologia L3; Alexandre Barbosa Viana e Marcos Vinicius Castellani, ambos da Agência Brasileira de Aviação Civil (ANAC) falaram sobre análise comportamental de segurança no debate que fechou o evento.

Simulados ESAIA e ESAB

Antes do encerramento oficial do Workshop, Fábio Dinelli do RIOgaleão, realizou o briefing dos exercícios de apoderamento ilícito de aeronaves (ESAIA) e ameaça de bombas (ESAB), que ocorreu no dia seguinte ao segundo dia de palestras. Esses testes são obrigatórios, previstos pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) para aeroportos com movimento superior a 10 milhões de passageiros por ano. O primeiro exercício teve início às 9h e duração de duas horas. Na ocasião, foi simulado o apoderamento ilícito de uma aeronave com transporte de valores, havendo reféns.

Os órgãos envolvidos atuaram realizando a comunicação entre o sequestrador e o negociador, isolamento de área e coordenação da DEAIN/Comando de Operações Táticas (COT) no Centro de Gerenciamento de Crises do RIOgaleão. Participaram da ação, além de profissionais do aeroporto: DEAIN, COT, Destacamento de Controle do Espaço Aéreo do Galeão (DTCEA-GL) e uma empresa de transporte de valores. O segundo exercício foi realizado às 14h e teve o mesmo período de duração. Dessa vez, a situação simulada foi a de uma mochila abandonada na área pública do Terminal 1 do Aeroporto Internacional Tom Jobim, próximo a uma área de check-in, com mais de 200 passageiros no local.

Em atuação, o Centro de Emergência e Segurança do RIOgaleão realizou os acionamentos de segurança para identificação, prevenção e isolamento, de acordo com o Plano de Contingência do aeroporto, com envolvimento da Polícia Federal e Grupamento. Além da equipe da concessionária, estiveram presentes no exercício: DEAIN, COT, Grupamento de Bombas e Explosivos, Centro de Operações da Prefeitura do Rio, Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR), Guarda Municipal e Polícia Militar.

*Com informações da RioGaleão

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below