Rússia preocupada com lançamento de mísseis norte coreanos próximos a sua fronteira

Mesmo com o nível técnico e grau de precisão de lançamento não serem muito elevados, políticos russos não veem a necessidade de novas sanções da ONU contra Coreia do Norte

blank

Google News

O governo Russo observa com preocupação os recentes testes balísticos que, a Coreia do Norte vem realizando, isso por que os testes se dão, próximos a fronteira com a Rússia.

“A Rússia é evidentemente contra tais lançamentos especialmente porque eles ocorrem perto de nossas fronteiras, e o nível técnico e a precisão deles não são os mais elevados”, disse o vice-presidente do Comitê de Relações Exteriores do Conselho da Federação Russa, Vladimir Dzhabarov.

Porém, o político russo afirmou que não fazia sentido para ONU introduzir novas sanções contra Pyongyang. “Coreia do Norte não é influenciada por métodos ameaçadores, eles são caras durões, por isso introdução de sanções adicionais não dará em nada”, opina o senador.

blankNa quinta-feira (25), o Ministério da Defesa do Japão relatou a realização de lançamento de mísseis a partir do território da Coreia do Norte que caiu fora da zona econômica exclusiva do Japão e provocou danos ao país. O primeiro-ministro japonês afirmou mais tarde que Pyongyang havia lançado dois mísseis balísticos.

O Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul informou que Pyongyang disparou ao menos dois “projéteis não identificados” da costa rumo ao mar. As autoridades japonesas convocaram uma reunião emergencial do Conselho de Segurança Nacional na sequência do lançamento.

  • Com agências internacionais


Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

Assine nossa Newsletter


Receba em seu e-mail as últimas notícias do DefesaTV, é de graça!

Assista nosso último episódio:

Comments are closed.