Rússia quer desenvolver novo míssil terrestre antes de 2021

Subscribe
Voiced by Amazon Polly

O governo Russo planeja, desenvolver até 2021 uma versão terrestre dos mísseis usados somente pela sua Marinha. Esta afirmativa surge, após Washington e Moscou suspenderem suaa participações no tratado de armas nucleares de alcance intermediário. “Durante o biênio 2019/2020, será necessário desenvolver uma versão terrestre do sistema Kalibr usado na Síria (…) no mesmo período, teremos que criar um sistema de mísseis terrestres de longo alcance”, declarou o ministro da Defesa, Sergei Shoigu, nesta terça-feira dia 5. 

Shoigu explicou que esta decisão fora tomada, devido a saída dos Estados Unidos de sua participação no tratado INF (Forças Nucleares de Alcance Intermediário). O tratado estava em vigor desde 1987 e proibia a obtenção de mísseis terrestres estratégicos com alcance entre 500 e 5.500 km. A Rússia usou mísseis Kalibr pela primeira vez em 2015, em operações contra rebeldes sírios. No total, 26 mísseis foram lançados de um navio de cruzeiro localizado no Mar Cáspio, a 1.500 km da zona de impacto. 

Sua potência corresponde ao tipo de armas proibidas pelo tratado INF, e que só se aplica a mísseis terrestres. Segundo Shoigu, os Estados Unidos “trabalham ativamente no desenvolvimento de um míssil terrestre com um alcance de mais de 500 km”, razão pela qual “o presidente da Rússia deu a ordem ao Ministério da Defesa para tomar medidas recíprocas”. Os Estados Unidos e a Rússia acusam um ao outro de violar o tratado INF.

  • Com informações de agências de notícias internacionais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here