Russian Helicopters inicia certificação do helicóptero Mi-171A2 no Brasil

A empresa Russian Helicopters e a Agência Federal de Transporte Aéreo da Rússia (Rosaviatsia) entregaram documentação técnica e operacional do helicóptero Mi-171A2 a integrantes da Agência Nacional de Aviação Civil. As autoridades brasileiras de aviação, decidirão sobre a certificação do helicóptero para o mercado local com base em sua aplicação. Em 2005, o helicóptero Mi-171A1 otimizado para as exigências dos operadores comerciais europeus, receberam aprovação para o Registro de Aviação no Brasil. Durante o seu desenvolvimento, foi dada especial atenção às questões de segurança. No mesmo ano, o primeiro helicóptero Mi-171A1 foi entregue ao Brasil. 

O sistema T-HUMS (sistema de monitoramento e diagnóstico de bordo) foi instalado no novo helicóptero Mi-171A1 pela primeira vez a pedido da empresa brasileira que veio a utilizá-lo. O sistema fornece monitoramento automático de uma grande variedade de parâmetros em tempo real, aumentando significativamente a segurança de voo. O uso do T-HUMS também possibilita a transição para a manutenção “no estado em que se encontra”, e não de acordo com os regulamentos, o que pode reduzir significativamente os custos financeiros da empresa operacional e aumentar a eficiência do negócio de helicópteros.

Os helicópteros Mi-171A1 foram utilizados pela Atlas Taxi Aéreo em condições ambientais adversas para apoiar a o trabalho de perfuração da Petrobras nas florestas tropicais brasileiras. Em um ano de operações intensivas, um helicóptero, por exemplo, voou mais de 1.000 horas (uma média de 120 horas por mês), movimentando cerca de 600 toneladas de carga, principalmente equipamentos de perfuração, em suporte externo. O Mi-171A2 foi desenvolvido com base neste helicóptero, o resultado de uma profunda modernização dos helicópteros Mi-8/17.

Mais de 80 mudanças foram feitas no design do Mi-171A2. O helicóptero é equipado com motores VK-2500PS-03 (uma versão civil dos motores instalados nos helicópteros de combate Mi-28) com sistema de controle digital. Uma das diferenças mais importantes entre o Mi-171A2 e os helicópteros da família Mi-8/17 é o novo sistema de transporte. O helicóptero tem um rotor de cauda em forma de X, mais eficiente e um novo rotor principal com lâminas compostas integradas com um layout aerodinâmico melhorado. Em agosto de 2017, o helicóptero recebeu um certificado Tipo A da Agência Federal de Transporte Aéreo da Rússia, que indica a implementação dos mais rigorosos requisitos de segurança para helicópteros civis.

  • Com informações do site Air Recognition
  • Tradução e Adaptação: DefesaTV


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below