Saab quer transformar o Brasil em base de exportação de equipamentos de defesa

Caça Gripen E, adquirido na Suécia, faz seu primeiro voo no Brasil

O Brasil tem um potencial na sua Base Industrial da Defesa que a Saab planeja utilizar para tornar o país em sua base de exportação.

Nessa sexta-feira, num ponta pé inicial, a Saab apresentou em Brasília o primeiro caça Gripen (F-39E) da Força Aérea Brasileira e já almeja vender produtos e serviços além do setor militar, pegando também parte da segurança civil.

Segundo Johansson, a empresa já é parceira da Embraer, AEL Sistemas, AKAER, dentre outras e juntas tem condições de tornar o Brasil num player forte da indústria da defesa.

Um exemplo é a fase de escolha da Colômbia de seu novo caça, que a Saab concorre com o Gripen. Caso o modelo seja o escolhido, a fabricação será feita no Brasil.

Com informações do Defesa em Foco e do Jornal O Globo



Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!

Assista nosso último episódio: