Secretário de Defesa dos EUA nega evidências de ataque iraniano a embaixadas

O secretário de Defesa dos EUA, Mark Esper, afirmou à imprensa que não havia uma evidência específica de que o Irã atacaria embaixadas norte-americanas no Oriente Médio. O argumento foi usado pelo presidente Donald Trump para justificar o ataque que matou o líder da Força Quds, Qassem Suleimani.

Embora Trump afirme que Suleimani planejava atacar quatro embaixadas dos EUA, Esper ressaltou que o presidente norte-americano agiu mas sem provas. “O presidente não citou uma evidência específica. O que ele disse foi que ele acreditava”, afirmou o secretário de Defesa ao programa Face the Nation, da emissora CBS.

“Eu não vi uma (evidência), com relação a quatro embaixadas”, completou Esper, reforçando que, a partir de sua experiência, acabou concordando com Trump sobre a possibilidade de ataque.

A morte de Suleimani levou à retaliação iraniana, com um contra-ataque a bases americanas no Iraque e um erro que derrubou um avião ucraniano com 176 pessoas a bordo.”

  • Com informações do jornal Gazeta do Povo

You may also like