Sede da CDRJ será transferida para o Porto do Rio de Janeiro

Estudo da reforma do prédio está em andamento e a mudança deve ocorrer até julho de 2021

A Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ) contratou um estudo de adequação do prédio administrativo do Porto do Rio de Janeiro, na Praça Mauá, para comportar a transferência dos empregados da sede da companhia, atualmente localizada na Rua Acre. O projeto básico deve ser concluído em até 90 dias e, em seguida, será realizada outra licitação para a execução da obra. A mudança está prevista para acontecer até julho de 2021.

O prédio a ser reformado, onde já trabalham mais de 100 pessoas, receberá aproximadamente outras 300, totalizando mais de 400 empregados no mesmo local. Para o diretor-presidente da CDRJ, Francisco Antonio de Magalhães Laranjeira, a transferência da sede para o porto será benéfica para Autoridade Portuária. “A mudança vai integrar a rotina administrativa da companhia e facilitar a interação entre os profissionais das áreas administrativas e das áreas operacionais. E certamente essa aproximação vai aumentar ainda mais a eficiência e o dinamismo dos setores”, ressaltou o presidente.

O superintendente de Engenharia da CDRJ, Roberto Catalão, que coordena o projeto, explicou que o estudo do chamado ‘Retrofit’ visa melhorar as antigas instalações, modernizando o espaço, corrigindo problemas e tornando-o mais seguro e confortável para os empregados. “Devemos optar pelo estilo ‘open office’, mas com os setores separados por divisórias de vidro, evitando a expansão de ruído entre as áreas”, revelou Catalão.

Ainda segundo informações do superintendente, a reforma será geral e contemplará os três andares do prédio, mantendo apenas o atual auditório. “Haverá troca de piso, forro e revestimentos e teremos um grupo de banheiros e copa por cada andar”, detalhou Catalão. “Além disso, visando buscar maior eficiência em termos de sustentabilidade, serão adotados o sistema de refrigeração INVERTER, a iluminação de LED e equipamentos de redução de consumo de água”, completou.

Fonte: CDRJ



Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!

Assista nosso último episódio: