Seminário sobre Computação e Comunicação Quântica tem mais de 3 mil visualizações

As apresentações e debates reuniram, virtualmente, militares das três Forças, acadêmicos e representantes da indústria e da sociedade civil

blank

Google News

O 1º Seminário de Tecnologias de Interesse da Defesa: Computação e Comunicação Quântica, coordenado pelo Ministério da Defesa foi um grande sucesso, o evento que teve seu término no dia 13 de maio, recebeu mais de 3 mil visualizações.

As apresentações e debates reuniram, virtualmente, militares das três Forças, acadêmicos e representantes da indústria e da sociedade civil. Os participantes discutiram o tema que figura nas políticas de defesa e de segurança das principais potências militares do mundo.

O encerramento do Seminário ficou a cargo do diretor do Departamento de Produtos de Defesa (DEPROD), da Secretaria de Produtos de Defesa (SEPROD) da Pasta, contra-almirante Sérgio Lucas da Silva.

Ele ressaltou a relevância da Conferência para a obtenção do conhecimento dessa nova tecnologia. “Tenho certeza que nós só ganhamos com a realização de um evento dessa natureza. Nesses dois dias tivemos apresentações que nos permitiram conhecer, de maneira muito didática, um pouco do que consiste a tecnologia quântica e o caráter estratégico dela”, ressaltou.

blankPara o secretário da SEPROD, Marcos Rosas Degaut Pontes, o Seminário foi um marco. “Tivemos participação significativa, com cerca de 3 mil visualizações e, parte do sucesso, se deve ao alto nível de conhecimento, da excelência dos palestrantes e ao apoio maciço da academia, das instituições militares e do setor privado”, destacou.

Degaut disse ainda que o evento foi muito importante para permitir que diferentes setores iniciassem um alinhamento de percepções e perspectivas acerca do tema.

“A partir do que foi apresentado, pudemos verificar não só quais são os usos da comunicação e da computação quântica aplicados no mundo, mas também como nos posicionamos em relação a isso, em que situação estamos e o que falta para nos igualarmos aos países mais avançados”, completou.

Programação final

A programação da quinta-feira seguiu o mesmo formato do primeiro dia: dois blocos, com três painéis cada. Na primeira palestra, o chefe do Centro de Desenvolvimento de Sistemas do Exército, general de divisão (Eng) Eduardo Wolski, dissertou sobre a “Computação e a Comunicação Quântica como Iniciativa Estratégica em prol da Defesa”.

Na continuação, o CEO da empresa Quanby Computação Quântica, Walmoli Gerber Junior, falou sobre as “Perspectivas de Mercado da Computação Quântica e os Impactos na Competitividade Mundial”.

blankEm seguida, o Professor Guilherme Frazão, do Centro de Estudos em Telecomunicações da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, tratou de “Redes de Comunicação Quântica”.

À tarde, as palestras prosseguiram com a apresentação do Professor Paulo Nussenzveig, do Laboratório de Manipulação Coerente de Átomos e Luz da Universidade de São Paulo, que expôs o trabalho desenvolvido pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo em Tecnologia de Informação Quântica.

O evento seguiu com o tema “Cooperação Internacional para Desenvolvimento e Produção”, explanado pelo coordenador do Laboratório de High Performance Computing, do SENAI. Por fim, o coronel Engenheiro da Aeronáutica, Fabio Andrade de Almeida, do Instituto de Estudos do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial, apresentou o “Sistema de Informação Seguro para o Setor Aeroespacial”.

Como no primeiro dia do evento, ao final de cada bloco os participantes debateram com os participantes os temas abordados por 30 minutos.

  • Por Soraya Brandão, Foto: divulgação, via Centro de Comunicação Social da Defesa Ministério da Defesa


Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

Assine nossa Newsletter


Receba em seu e-mail as últimas notícias do DefesaTV, é de graça!

Assista nosso último episódio: