Senegal compra fuzis e submetralhadoras da Taurus

A Taurus, uma das maiores fabricantes de armas do mundo, segue conquistando o mercado internacional. A empresa realizou a venda de mil fuzis modelo T4 e 200 submetralhadoras para as forças de segurança do Senegal (Gendarmerie Nationale Sénégalaise).

Os armamentos fazem parte da linha T Series, especialmente desenvolvida para o mercado militar e policial. O fuzil modelo T4 calibre 5.56 NATO, cujo projeto é baseado na consagrada plataforma M4/M16.

Este modelo é amplamente empregado pelas forças militares em todo mundo e principalmente pelos países membros da OTAN, por ser considerada uma arma extremamente confiável, leve, de fácil emprego e manutenção.

A atuação da Taurus em expandir suas vendas no exterior tem trazido os resultados esperados e a exportação de armas brasileiras segue em alta. Na América do Sul, o Brasil lidera nas exportações de armas e munições, estando há oito anos seguidos exportando mais de US$ 300 milhões por ano.

Os EUA, maior importador de armas leves do mundo, é o destino da maior parte dos armamentos brasileiros. Apesar disso, o mercado global está crescendo, principalmente na África e Ásia.

Neste contexto, a Taurus tem apresentado ao mercado produtos de qualidade e inovadores. O amplo portfólio de produtos e a renovação da linha de armas, com o lançamento de 50 modelos nos últimos dois anos, sendo 17 em 2019, têm atraído o interesse do consumidor no Brasil e no exterior, contribuindo para o aumento do volume de vendas e evolução positiva da receita.

“A Taurus tem obtido sucesso na sua estratégia de se firmar como marca que incorpora inovação, qualidade e confiabilidade, ao mesmo tempo que oferece aos consumidores opções com preços atrativos. Esse posicionamento tem permitido à companhia ampliar sua participação no mercado externo”, afirma Salesio Nuhs, presidente da Taurus.

Atualmente, mais de 80% do faturamento da empresa vem das exportações. Em 2019, a companhia obteve uma receita líquida de R$ 999,6 milhões, superando em 18,3% o registrado no ano anterior, sendo R$ 812,2 milhões do mercado externo.





Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail