Submarino britânico afundado na 2ª Guerra Mundial tem registro confirmado

O submarino desapareceu em 27 de abril de 1942 após partir de Malta rumo a Alexandria, no Egito

blank
© Foto Marinha Real

Especialistas em arqueologia submarina mergulharam a uma profundidade de mais de 100 metros para registrar uma série de imagens que evidenciam que o submarino naufragado na Segunda Guerra Mundial, se trata do HMS Urge.

As imagens submarinas captadas pela equipe de mergulhadores, confirmaram a identidade do submarino britânico, que naufragou em resultado a colisão com uma mina alemã próximo a Malta em 1942.

A descoberta acaba com as especulações de que o submarino tivesse sido atacado por caças italianos durante uma missão secreta em frente à costa da Líbia, informa o Times of Malta.

Há dois anos foi descoberta a embarcação afundada neste local e, desde então, acreditava-se que se tratava do HMS Urge, desaparecido sem deixar rastro após partir de Malta no dia 27 de abril de 1942 rumo a Alexandria, no Egito.

As fotografias mostram o nome, Urge, gravado na lateral do submarino, coberto de colônias de corais.

“Já sabíamos que este era o naufrágio do Urge, porém ver as letras com tanta nitidez dá uma importante segurança adicional”, afirmou Francis Dickinson, neto do capitão do HMS Urge, o tenente Edward Tomkinson.

Os mergulhadores também observaram com clareza a parte do submarino atingida pela mina nazista que provocou seu naufrágio há 79 anos.

“O dano era onde se esperava: na linha de flutuação a estibordo. A explosão penetrou ambas as camadas do submarino, o que significa que a água entrou. Isto implica que qualquer material orgânico, como tecidos ou restos humanos, só teriam se conservado se estivessem cobertos de lodo”, explicou Timmy Gambin, líder da pesquisa.