Submarino secreto Chinês é uma grande incógnita

Uma fotografia publicitária oficial da época da cerimônia de lançamento do chamado submarino 'sem saque' em outubro de 2018. O nome ou o objetivo deste submarino não fora ainda revelado. Photo:JIANGNAN

A primeira imagem de um novo submarino secreto chinês se torna pública. Até o momento, tanto o nome como as características da embarcação ainda não foram divulgados pela China. O submarino em questão tem um formato diferente dos demais e com isso se torna uma incógnita.

Como se vê na foto logo abaixo, supostamente de seu lançamento, o submergível não tem uma vela característica como os demais submarinos. De acordo com o especialista naval, H. I. Stutton, a embarcação foi feita sob sigilo total e seu lançamento fora em outubro do ano passado.


“Tanto o nome quanto o designer deste submarino ainda não foram revelados”, escreveu H. I. Stutton em um artigo na revista Forbes.

Informações via satélite

Segundo Stutton, algumas informações sobre o submarino foram obtidas por imagens tiradas via satélite.

“Graças a nova análise de imagens de um satélite comercial, que fotografou o novo submarino fora do estaleiro, nós agora sabemos que ele tem 47 metros de comprimento e cerca de 4,5 metros de largura”, disse Stutton.

Acredita-se que a embarcação possa não ser tripulada, o que o tornaria o maior submarino não tripulado do mundo. No entanto, segundo Stutton, a embarcação poderia fazer parte de experimentos da China para o desenvolvimento de novos submarinos de ataque do país.

  • Com agências internacionais


2 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns a China, projeta e não compra pacotes militares que todos já conhecem e sua assinatura já é mais que manjada. Se o Brasil fosse assim, não teria ninguém a lhe ditar o rumo, mas infelizmente, passa anos, décadas, séculos e continuamos andando para trás, por covardia eternos alienados.

  2. A engenharia reversa chinesa já não é mais reversa. – A China é uma super potência industrial e possui engenheiros desenvolvimentistas que, diferentemente dos engenheiros brasileiros não se ajoelham a rezar por transferência de tecnologia para serem fabricantes genuínos de máquinas e equipamentos em indústrias estratégicas às nações tal como a bélica, a da micro-eletrônica, da aviação, e a químico-nuclear por isso os chineses foram para a órbita com suas “próprias pernas”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below