Terroristas da Al-Qaeda lançaram foguete pesado contra alvo civil na Síria

blank
Imagem via redes sociais.

Google News

Em 15 de julho, o grupo terrorista islâmico “Ansar al-Tawhid”, afiliado à Al-Qaeda, lançou um foguete pesado improvisado Zilzal na cidade controlada pelo governo de Hizareen, na região noroeste da Síria de Grande Idlib.

O grupo afirmou que o foguete tinha como alvo uma reunião do Exército Árabe Sírio (SAA) dentro da cidade. No entanto, não foram relatadas vítimas militares ou perdas materiais, porém o foguete atingiu uma área residencial no suburbio da cidade de Idlib, destruindo muitas residências.

O “Zelzal” é um foguete improvisado impulsionado por vários propulsores Grad de 122 mm. De acordo com ativistas da oposição, o foguete pesa 1.500 quilos. Esses foguetes improvisados ​​mal feitos são conhecidos por sua falta de precisão. De acordo com avaliações de especialistas ocidentais, esse tipo de foguete que está sendo usado pelos terroristas é uma cópia de um foguete de mesmo nome fabricado no Irã ou é montado com peças de sobras fornecidas pelos iranianos.

Este não foi o primeiro uso do foguete Zelzal. Um foguete desse tipo foi lançado em Hizareen em 11 de junho. Um segundo foguete foi lançado na cidade de Ma’arat Mukhs em 22 de junho, também visando alvos civis.

O grande receio das autoridades do Exército Arabe Sírio (forças de Assad) são que os terroristas islâmicos usem esse tipo de foguete com armas químicas ou biologicas, e depois acusem os SAAF (forças de Assad) pelo ataque.

O ataque terrorista com uso do foguete Zelzal foi confirmado e testemunhado pelo  SOHR-Syrian Observatory for Human Rights  (Observatório Sírio de Direitos Humanos) que goza de um relativa codniço de independência e imparcialidade na guerra.

Abaixo, algumas imagens que foram divulgadas pelo grupo terrorista islâmico em suas redes sociais:

blank blank blank

O ataque do foguete foi mais uma violação do acordo de cessar-fogo na Grande Idlib. Os militantes islâmicos da região violam o cessar-fogo diariamente, bem sob os olhos de milhares de militares turcos que deveriam implementar o acordo de cessar-fogo.

Um dia antes, militantes apoiados pela Turquia destruíram um tanque de batalha do SAA com um míssil antitanque teleguiado. O exército respondeu com uma série de ataques de artilharia.

O ataque do foguete Ansar al-Tawhid certamente não ficará impune. A SAA e seus aliados, incluindo as Forças Aeroespaciais Russas, provavelmente responderão ao ataque e outras violações do cessar-fogo nos próximos dias, se não horas.

Sobre o Foguete Zelzal:

O Zelzal-3 ( persa : زلزال -۳ , que significa “terremoto”) é um foguete de artilharia não guiada de propelente sólido de fabricação iraniana com um alcance de 200 km. É uma atualização do foguete Zelzal-2 com alcance ligeiramente melhorado e foi mostrado ao público pela primeira vez em 2007.

Uma variante, o Zelzal-3B , tem uma ogiva menor e alcance de 250 km. A forma e as dimensões do Zelzal-3 são quase idênticas às versões anteriores, exceto que o cone do nariz é em forma de cone em vez da cúpula em forma de Zelzal-2 e Zelzal-1 .

O Zelzal-3 reviveu pouco uso como o muito mais preciso. O míssil Fateh-110 também foi desenvolvido a partir do Zelzal-2. Várias fontes confundem o Zelzal-3 com o míssil balístico Shahab-3 .

Abaixo, um vídeo ilustrativo que exibe o disparo de um foguete Zilzal efetuado por forças iranianas, com imagens que provavelmente são dos anos 2000:

  • Com informações SANA Syria,  Syrian Observatory for Human Rights, TASS e STF Analysis & Itelligence via redação Orbis Defense Europe.


Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

Assine nossa Newsletter


Receba em seu e-mail as últimas notícias do DefesaTV, é de graça!

Assista nosso último episódio: