Treinamento prepara tropas para missão das Forças Armadas

A Operação Amazônia é o maior exercício de adestramento militar da Força Terrestre realizado na região

Uma bateria do Sistema Astros 2020 foi transportada do Campo de Artilharia do Exército, em Formosa, Goiás, até a capital paraense. Foram 2 mil km por terra e mais 1,6 mil km em balsas, vencidos em dois meses.

O equipamento de lançamento de foguetes e mísseis, considerado como importante elemento dissuasório, é um dos destaques da Operação Amazônia. Trata-se do maior exercício de adestramento militar da Força Terrestre realizado na região.

Na segunda-feira (14), o Ministro da Defesa, Fernando Azevedo, acompanhado pelo Comandante do Exército, General Edson Leal Pujol, desembarcou na capital paraense para, durante dois dias, acompanhar as atividades da Operação de grande importância para treinamento das tropas.

O exercício conta com a participação de, aproximadamente, 3,6 mil militares, de seis Comandos Militares de Área, coordenados pelo Comando Militar da Amazônia, além do apoio da Marinha e da Aeronáutica.

À frente da Operação, o Comandante Militar da Amazônia, General Estevam Theophilo, recebeu as autoridades, que tiveram como primeiro compromisso uma apresentação sobre as atividades em campo.

No primeiro dia, o Ministro Azevedo acompanhou, na parte da manhã, um assalto aeromóvel e, no período da tarde, um assalto aeroterrestre, com lançamento de paraquedistas.

Na manhã da terça-feira (15), acompanhou, a bordo de helicóptero, uma marcha para combate e conquista de objetivos dentro do exercício.

Em seguida, seguiu para um campo aberto para assistir o apoio de foto, feito pela artilharia, particularmente o emprego do Sistema Astros 20 20. Ele destacou que o transporte do equipamento, do Centro-Oeste até a Região Norte, demonstra “a capacidade de mobilidade que os meios do Exército possuem”.

O mandatário da Pasta destacou, ainda, que a operação é importante preparação para a atividade fim das Forças Armadas, que é “de defesa da soberania nacional, principalmente em uma região que tem a prioridade do Brasil”, enfatizou. O exercício, que teve início em 04 de setembro, prossegue até o dia 23.



Receba nossas notícias em tempo real pelos aplicativos de mensagem abaixo:

Ninguém do DefesaTV está autorizado a entrar em contato com os leitores. Caso deseje de alguma informação envie um e-mail [email protected]

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!