Trinta terroristas talibãs morrem enquanto faziam bombas em uma mesquita

Por enquanto nenhuma imagem confiável foi divulgada do local da explosão, com excessão dessa que evoca um provável ataque aéreo atribuído à aviação dos EUA/Afeganistão. Imagem de autor desconhecido, via redes sociais do Afeganistão.

Google News

“Após a explosão de uma mina em uma mesquita, 30 terroristas talibãs, incluindo seis estrangeiros colaboradores dos terroristas, de nacionalidades desconhecidas que eram mineradores profissionais, foram mortos” , durante o “treinamento de fabricação de bombas” nesta mesquita no norte do Afeganistão”. A informação foi divulgada pelo Ministério da Defesa Afegão em suas redes sociais. Ainda não existem imagens confiáveis do local devido a região ser ainda controlada pelo Talebã.

O incidente aconteceu no dia 13 de fevereiro, às 9h15 na aldeia de Qitla, no distrito de Dawlat Abad, na província de Balkh, que fica a cerca de 450 km ao norte da capital Cabul e que faz fronteira com o Uzbequistão, disseram funcionários do ministério.

“Não houve sobreviventes da explosão” , atesta Fawad Aman, porta-voz do ministério que especifica que se trata da explosão “a mais mortal deste tipo” para os terroristas insurgentes islâmicos.

O porta-voz do Taleban, Zabihullah Mujahid, disse que a explosão aconteceu na noite passada em uma sala usada para armazenar munição. “Mas rejeitamos veementemente o relato dos mortos, não houve uma única vítima”…, disse ele ao Arab News.

Porém outros dissidentes do Talebãn lamentaram a morte de um de seus líderes na mesma explosão, conforme um tweet publicado:

 

O porta-voz do Talebã acusou a aviação dos EUA de ser responsável pela explosão que causou a destruição da mesquita e de casas ao redor, mas ao ser indagado pela contradição de existir um depósito de munições na mesquita, o porta-voz do Taleban, Zabihullah Mujahid preferiu acusar os reportéres de racistas e islamofóbicos.

Balkh fazia parte das áreas relativamente seguras do Afeganistão até os últimos anos, mas o Taleban estendeu seu alcance lá a partir de sua base de poder tradicional no sul e sudeste do país desde a redução das tropas liderada pelos Estados Unidos nos últimos anos, e por causa de lutas internas entre os líderes do governo.

“Uma investigação independente é necessária para determinar o que aconteceu em Dawlat Abad, onde e como aconteceu”, disse Taj Mohammad, um analista, ao Arab News. “Foi um ataque aéreo, um acidente ou um treinamento para a fabricação de bombas, como afirma o governo?”

Se for comprovado a explosão por manipulação de explosivos dentro de uma mesquita, a honestidade dos Talebãns está mais uma vez condenada, se foi ataque aéreo do governo do Afeganistão ou dos EUA, as negociações de paz certamente serão comprometidas.



Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!

Assista nosso último episódio: