Uma mulher no comando de um porta-aviões nuclear da U.S. Navy

blank
Imagem ilustrativa com fotos cortesia da U.S. Navy.

Google News

Uma mulher assumirá o comando de um porta-aviões com propulsão nuclear pela primeira vez na história da Marinha dos Estados Unidos

A Capitão Amy Bauernschmidt foi selecionado para o cargo no quadro de comando principal da aviação do ano fiscal de 2022 . Outros oficiais escolhidos para o comando de porta-aviões nucleares incluem Capts. Colin Day, Gavin Duff, Brent Gaut, David Pollard e Craig Sicola.

A Naval Air Forces confirmaram a seleção histórica na segunda-feira, embora não se saiba neste momento qual dos 11 porta-aviões nucleares da Marinha a Cmdte Bauernschmidt comandará.

Esta não é a primeira vez que Amy Bauernschmidt faz história. Em 2016, ela se tornou a primeira mulher executiva de um porta-aviões nuclear, o USS Abraham Lincoln. Como tal, ela era a segunda em comando de uma tripulação de cerca de 5.000 pessoas.

Bauernschmidt se formou na Academia Naval em 1994, mesmo ano em que as mulheres foram autorizadas a servir em navios e aviões de combate.

“Essa lei mudou totalmente minha vida”, disse Bauernschmidt à CBS News em 2018. “Fomos a primeira turma que se formou sabendo e se sentindo honrados com o privilégio de poder servir ao lado do restante de nossos camaradas em combate”.

blank
Imagem via U.S. Navy autor não declarado.

Depois de receber suas asas como aviadora naval em 1996, Bauernschmidt voou com o helicóptero Ant-submarine Squadron Light (HSL) 45 “Wolfpack” em San Diego. Ela desdobrou-se com o contratorpedeiro USS John Young em apoio às operações de interdição marítima no norte do Golfo Árabe.

Desde então, Bauernschmidt acumulou mais de 3.000 horas de voo em helicópteros navais a bordo de vários porta-aviões ao longo de sua carreira, de acordo com sua biografia oficial da Marinha . Suas missões a levaram do Alasca para o Exercício Northern Edge ao Sudoeste Asiático para a Operação Enduring Freedom.

Ela completou o programa de oficial de aviação nuclear antes de assumir seu posto de XO a bordo do USS Abraham Lincoln. O marinheiro também comandou o navio anfíbio de transporte USS San Diego de novembro de 2019 a outubro de 2020.

Serviço é “contribuir para algo maior do que você”, disse Bauernschmidt à CBS News.

“Para mim, trata-se de apoiar e defender a Constituição dos Estados Unidos. Mas também é sobre esses rapazes e moças que lidero todos os dias ”, disse ela. “Eles são muito legais.”

Bravo zulu Cmdte Amy Bauernschmidt!

 

blank
Fonte: https://www.public.navy.mil/surfor/lpd22/Pages/bio1_9September2019-21October2020.aspx

 

Fonte: U.S. Navy & Task & Purpose, com texto adaptado de David Rosa via redação Orbis Defense Europe.



Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

blank

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!

Assista nosso último episódio: