USP e Marinha do Brasil se preparam para produzir respiradores

Visita do reitor Vahan Agopyan e equipe de pesquisadores ao CTMSP (Centro Tecnólogico da Marinha) para ver o projeto de Ventilador Pulmonar Aberto de baixo custo para ser usado a pandemia COVID-19. Foto: cecília bastos/usp imagem

Por 

A Universidade de São Paulo (USP) e o Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo (CTMSP) estão se preparando para iniciar a produção em escala do ventilador pulmonar emergencial Inspire, desenvolvido por uma equipe de pesquisadores da Escola Politécnica (Poli).

Na manhã de hoje, dia 8 de maio, o reitor Vahan Agopyan, a diretora da Escola Politécnica, Liedi Legi Bariani Bernucci, e os professores Raul Gonzalez Lima, Marcelo Knörich Zuffo e Dario Gramorelli, visitaram as instalações do Centro Tecnológico que estão sendo preparadas para iniciar a produção.

O Inspire é um ventilador pulmonar emergencial de baixo custo, que pode ser produzido em até duas horas, com tecnologia nacional, sendo mais barato dos que os aparelhos disponíveis no mercado.

“Estamos vivendo um momento único e temos uma responsabilidade muito grande, não podemos descansar quando há pessoas morrendo. Essa pandemia mostrou que há a necessidade do País ter sua indústria, sua própria tecnologia. Não podemos ser dependentes”, afirmou o reitor Vahan Agopyan.

O diretor do Centro de Coordenação de Estudos da Marinha em São Paulo, capitão-de-mar-e-guerra Paulo Henrique da Rocha, apresentou a estrutura de produção que já está montada. Nos próximos dias terão início os testes de produção para o primeiro lote. A previsão é que em duas semanas os primeiros aparelhos possam ser distribuídos.

A estimativa é que o CTMSP tenha capacidade para produzir entre 25 e 50 ventiladores pulmonares por dia e essa capacidade poderá ser ampliada caso haja necessidade.

“Ter a oportunidade de participar desse projeto é motivo de orgulho para todos nós porque a missão da Marinha é proteger os brasileiros e esta é uma forma de proteger os brasileiros. Exatamente hoje, dia 8 de maio, a USP e a Marinha completam 64 anos de uma longa e produtiva parceria. Essa data é ainda mais especial nesse momento crítico que estamos vivendo, diante da grave ameaça à população mundial”, afirmou o vice-almirante Noriaki Wada, diretor do CTMSP.

A diretora da Poli, Liedi Legi Bariani Bernucci, aproveitou a ocasião para agradecer o apoio logístico que a Marinha tem prestado, especialmente na distribuição de 3 mil face shields — protetores faciais utilizados como equipamentos de proteção individual (EPI) – produzidos pela Escola e entregues gratuitamente a hospitais públicos.

A estimativa inicial é que o Centro Tecnológico tenha capacidade para produzir entre 25 e 50 ventiladores pulmonares por dia, com possibilidade de ampliação – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

Projeto de Ventilador Pulmonar Aberto de baixo custo para ser usado na pandemia de covid-19 – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

 

Fonte: Universidade de São Paulo
Imagens: Cecília Bastos/USP Imagens


Receba nossas notícias em tempo real pelos aplicativos de mensagem abaixo:

Ninguém do DefesaTV está autorizado a entrar em contato com os leitores. Caso deseje de alguma informação envie um e-mail [email protected]

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!