USS “Vermont” no Brasil participa de exercícios com Submarino “Tupi” e visita Base de Submarinos da Ilha da Madeira

Imagens via Marinha do Brasil e U.S. Navy.

Google News

O mais moderno submarino da U.S. Navy, o USS Vermont, visita a mais nova base de submarinos da Marinha do Brasil e participou de exercícios com o Submarino “Tupi”

As comemorações do Dia do Marinheiro, realizadas no dia 11 de dezembro, contaram com a presença do USS “Vermont”, da Marinha dos EUA. Como usualmente ocorre quando Marinhas se encontram no mar, o Submarino “Tupi” realizou operações conjuntas com o submarino norte-americano nos dias que antecederam sua chegada à Base de Submarinos da Ilha da Madeira, em Itaguaí (RJ), onde atracou na manhã do dia 10 de dezembro.

De forma a promover o entrosamento entre as tripulações dos submarinos, ambos cumpriram quarentena no mar, em observância aos protocolos sanitários de prevenção à disseminação da Covid-19.

Presidente da República Jair Bolsonaro visita USS “Vermont”

Após a cerimônia em celebração ao Dia do Marinheiro, realizada hoje (11), o Presidente da República, Jair Bolsonaro, Ministros de Estado e demais autoridades conheceram, por convite da Marinha dos EUA, o USS “Vermont”, atracado desde 10 de dezembro, em visita oficial ao Brasil. O Presidente foi recebido pelo Embaixador dos EUA no Brasil, Todd Chapman, e pelo Comandante da Força de Submarinos dos EUA, Vice-Almirante Daryl Caudle.

O Embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman, recebeu o Presidente Jair Bolsonaro, acompanhado por Caudle e outros dignitários brasileiros, para um a visita ao USS Vermont ( a embarcação é extensão territorial dos EUA e por isso protocolarmente necessita da presença de um representante do governo dos EUA para a recepção à bordo), reafirmando a forte história de colaboração militar entre os Estados Unidos e o Brasil.

“Esta visita reitera nosso forte relacionamento militar a militar e nosso compromisso comum com uma parceria que ajuda a fortalecer a segurança de cada uma de nossas nações, bem como do hemisfério mais amplo. Tive o prazer de ver em primeira mão, junto com o presidente Bolsonaro, a tecnologia e as capacidades de classe mundial desta embarcação, e reiterar no mais alto nível do governo nosso compromisso com a parceria com o Brasil, disse Chapman. ”

Na ocasião, a comitiva visitou também, pela primeira vez, a Base de Submarinos da Ilha da Madeira.

O submarino de ataque rápido classe Virginia, o USS Vermont (SSN 792), está ativo na área de operações da 4ª Frota dos EUA e realizou uma breve parada para logística no Rio de Janeiro, de 10 a 15 de dezembro.

O USS Vermont é o mais novo submarino da Frota dos Estados Unidos e está visitando a mais nova base de submarinos do Brasil, a base naval de Itaguaí, no estado do Rio de Janeiro. Durante a visita do USS Vermont, o Brasil incorpora em sua frota três submarinos diesel-elétricos da classe Scorpene de fabricação brasileira: Riachuelo (S40), Humaitá (S41) e Tonelero (S42).

Enquanto operava na 4ª Frota dos EUA, o USS Vermont conduziu exercícios de guerra anti-submarina (ASW) com o Submarino Tupi (S30) da Marinha do Brasil e aeronaves de patrulha marítima e reconhecimento.

“É uma honra visitar a mais nova base de submarinos do Brasil e ver em primeira mão o sucesso da Marinha do Brasil no Programa de Desenvolvimento de Submarinos da Marinha do Brasil (PROSUB) por meio da construção do Riachuelo, Humaitá e Tonelero”, disse o vice-almirante Daryl Caudle, Comandante das Forças Submarinas dos EUA. “O programa PROSUB desempenha um papel importante no fortalecimento de nossos laços bilaterais e na base geral de segurança regional. Continuaremos a trabalhar juntos para alcançar nossos objetivos comuns para melhorar nossa eficácia submarina combinada. ”

O USS Vermont foi comissionado em 18 de abril de 2020 e é o 19º submarino de ataque rápido da classe Virginia. É portado em casa em Groton, Connecticut.

O USS Vermont, enquanto estiver na 4ª área de operações da Frota, operará sob o comando e controle da Força-Tarefa do Comandante 46 para complementar as capacidades de guerra submarina do Comando Sul dos EUA.

As Forças Navais dos EUA Comando Sul / 4ª Frota dos EUA apoiam as operações militares conjuntas e combinadas do Comando Sul dos EUA, empregando forças marítimas em operações de segurança marítima cooperativas para manter o acesso, melhorar a interoperabilidade e construir parcerias duradouras a fim de aumentar a segurança regional e promover a paz, estabilidade e prosperidade na região do Caribe, América Central e do Sul.

  • Fontes: Marinha do Brasil e U.S. Navy.


Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!

Assista nosso último episódio: