Vice-presidente da República exalta produção de míssil brasileiro durante cerimônia em Formosa (GO)

Com a presença do vice-presidente da República, Hamilton Mourão, o Exército Brasileiro (EB) aproveitou a cerimônia de inauguração do Comando de Artilharia no Forte Santa Bárbara, em Formosa (GO), para demonstrar avanços no domínio da tecnologia para produção de mísseis e foguetes.

Transferida de Porto Alegre (RS) para o interior goiano, a unidade do Exército vai coordenar o uso do Míssil Tático de Cruzeiro, com alcance de 300 quilômetros (MTC-300), desenvolvido no Programa Estratégico do Exército Astros 2020. A arma, fabricada pela empresa Avibras, de São José dos Campos (SP), é o primeiro míssil brasileiro e deve estar disponível até o fim de 2021.

“São pouquíssimos os países que têm essa tecnologia”, disse Mourão, sobre o uso de mísseis de cruzeiro. O vice-presidente afirmou que a produção do míssil está em fase final.

“É um poder de fogo concentrado no Planalto central muito significativo”, disse o ministro da Defesa, Fernando Azevedo.

“Uma mobilidade estratégica muito grande, que vai conceder às Forças Armadas brasileiras um poder dissuasório muito bom.”

  • Com informações do jornal O Estado de S. Paulo.


Receba nossas notícias em tempo real pelos aplicativos de mensagem abaixo:

 

Caso deseje conversar com outros usuários escolha um dos aplicativos abaixo:



Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail