Visita de instrução ao Museu Militar da Colômbia

blank

No dia 25 de junho, os oficiais brasileiros que integram o Grupo de Assessores Técnicos Interamericanos na Colômbia (GATI-CO) conduziram uma visita de instrução com os alunos do Curso de Monitor Nacional de Desminagem Humanitária (CMNDH) ao Museu Militar da Colômbia, que está localizado na parte histórica da capital do país.

Os instrutores e alunos foram recebidos pelo Chefe do Departamento de Memórias Históricas do Comando Geral das Forças Militares. Na oportunidade, foi apresentado o histórico da criação do Exército Nacional da Colômbia, os espaços temáticos em homenagem às Forças Militares do país e diversos materiais, armamentos e equipamentos que fazem parte do acervo do museu.

O destaque da visita foi a apresentação de ambientes em homenagem às vítimas civis e militares que foram sequestradas, mantidas em cativeiros e desaparecidas, após ações dos Grupos Armados Organizados (GAO), que atuam até hoje em várias partes do país. Além disso, os alunos visitaram uma área exclusiva e destinada aos militares que atuaram na desminagem de territórios colombianos e foram mutilados ou mortos durante as operações.

A atividade programada pelos militares do Brasil proporcionou aos alunos a oportunidade de conhecer um espaço cultural que enaltece a história e os feitos dos militares que participaram em diversas operações de desminagem humanitária pelo país. Em alguns momentos, foi possível observar a emoção de alguns alunos ao assistirem depoimentos de familiares que perderam seus entes queridos ao atuarem contra grupos armados que espalharam explosivos e causaram vítimas em diversos municípios colombianos.

A visita de instrução proporcionada pelos Assessores Técnicos Interamericanos do Brasil aos alunos colombianos contribuiu para o conhecimento histórico-militar da origem e das consequências de toda mazela causada pelas minas antipessoais e artefatos explosivos, que ainda hoje impactam a Colômbia.

Fonte: Grupo de Assessores Técnicos Interamericanos na Colômbia